A maturidade cristã e o uso da língua


Meus irmãos, não vos torneis, muitos de vós, mestres, sabendo que havemos de receber maior juízo. Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo - Tiago 3:1,2

Usamos de diversos critérios quando queremos verificar a maturidade de uma pessoa. Observamos sua idade, suas atitudes, suas opiniões, seu comportamento, até o seu “tempo de igreja”.

E é incrível como mesmo assim nos frustramos!


Será que não existe outra maneira de sabermos se alguém é de fato maduro na fé? Existe, e é apresentado no carta de Tiago. Um bom método para verificar a maturidade cristã de uma pessoa é observar se ela domina ou não a sua língua.

Na igreja a qual Tiago endereça sua carta havia cargos formais, como o de presbítero (5:14). Mas não havia um processo de ordenação, nem escolaridade exigida para que o oficial tivesse licença para ensinar e pregar – não havia um seminário como existe hoje.

Por essa causa, era fácil que as pessoas que tivessem certa habilidade no falar se oferecessem a servir como mestres. Mas infelizmente parte delas tinha a motivação errada. Isso gerava disputas pelo cargo de “mestre” na igreja.

Dessas disputas nasciam a fofoca e maledicência. Provavelmente usavam da língua para denegrir a oposição. Mas isso automaticamente os desqualificava para tal cargo, um vez que se mostravam imaturos e carnais.

É claro que todos erramos. Mas a pessoa que consegue dominar a sua língua chegou a um nível de maturidade superior. “se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo.” – Tiago 3.2

Pense
Você quer saber se alguém é um crente maduro?

  • Não observe apenas o português e a gramática de suas orações; 
  • Não observe apenas seu tempo de igreja se é 20 ou 40 anos ou quantas obras já fez; 
  • Não observe apenas o seu cargo dentro da igreja ou mesmo o estudo que teve para o mesmo; 
  • Observe como esta pessoa usa sua língua. 
O domínio da língua demonstra um alto nível de maturidade cristã. Estamos como igreja atingindo esse nível?


--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Tecnologia do Blogger.