A maturidade cristã e o uso da língua (20)


Meus irmãos, não vos torneis, muitos de vós, mestres, sabendo que havemos de receber maior juízo. Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo - Tiago 3:1,2

Usamos de diversos critérios quando queremos verificar a maturidade de uma pessoa. Observamos sua idade, suas atitudes, suas opiniões, seu comportamento, até o seu “tempo de igreja”.

E é incrível como mesmo assim nos frustramos!


Será que não existe outra maneira de sabermos se alguém é de fato maduro na fé? Existe, e é apresentado no carta de Tiago. Um bom método para verificar a maturidade cristã de uma pessoa é observar se ela domina ou não a sua língua.

Na igreja a qual Tiago endereça sua carta havia cargos formais, como o de presbítero (5:14). Mas não havia um processo de ordenação, nem escolaridade exigida para que o oficial tivesse licença para ensinar e pregar – não havia um seminário como existe hoje.

Por essa causa, era fácil que as pessoas que tivessem certa habilidade no falar se oferecessem a servir como mestres. Mas infelizmente parte delas tinha a motivação errada. Isso gerava disputas pelo cargo de “mestre” na igreja.

Dessas disputas nasciam a fofoca e maledicência. Provavelmente usavam da língua para denegrir a oposição. Mas isso automaticamente os desqualificava para tal cargo, um vez que se mostravam imaturos e carnais.

É claro que todos erramos. Mas a pessoa que consegue dominar a sua língua chegou a um nível de maturidade superior. “se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo.” – Tiago 3.2

Pense
Você quer saber se alguém é um crente maduro?

  • Não observe apenas o português e a gramática de suas orações; 
  • Não observe apenas seu tempo de igreja se é 20 ou 40 anos ou quantas obras já fez; 
  • Não observe apenas o seu cargo dentro da igreja ou mesmo o estudo que teve para o mesmo; 
  • Observe como esta pessoa usa sua língua. 
O domínio da língua demonstra um alto nível de maturidade cristã. Estamos como igreja atingindo esse nível?

Por Andrei de Almeida Barros

Índice de artigos em Tiago

01 - Alegria nas provações
02 - Sabedoria nas provações
03 - Humildade nas provações
04 - Responsabilidade nas provações
05 - Rápido e demorado
06 - Expulsar e acolher
07 - Ouvir e praticar
08 - Fofoca: a síndrome da religião vazia
09 - A caridade na igreja
10 - O mundanismo é pior do que você imagina
11 - Igualdade e respeito na igreja
12 - Enxergando além das aparências
13 - A lei do amor
14 - A fé e o amor ao próximo
15 - Fé e obras
16 - Fé e ação
17 - Fé e obediência
18 - A fé de Abraão
19 - A fé de Raabe
20 - A maturidade cristã e o uso da língua
21 - Pela unidade da igreja
22 - O freio, o leme e a fagulha
23 - O poder aniquilador da língua
24 - A perversidade da língua
25 - A verdadeira sabedoria
26 - A sabedoria mundana
27 - A sabedoria que provém de Deus
28 - A batalha que você não deve entrar
29 - A oração que você não deve fazer
30 - Não seja amigo do seu inimigo
31 - A amizade que você não deve cultivar
32 - Três bênçãos
33 - Como você usa sua língua? Para benefício ou malefício?
34 - O que a fofoca revela sobre você
35 - "Pequeno" pecado, grande estrago
36 - A fragilidade da vida humana
37 - Se Deus quiser
38 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a miséria
39 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a frustração
40 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a destruição
41 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a degradação pessoal
42 - Seja paciente até a vinda de Jesus
43 - Seja paciente como o agricultor 
44 - Seja paciente como os profetas
45 - Seja paciente como Jó
46 - Sim, sim. Não, não.
47 - Exercitando a empatia

Tecnologia do Blogger.