Sociais

O mundanismo é pior do que você imagina


...e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo - Tiago 1.27 

É interessante como, muitas vezes, o conceito de mundanismo é abordado na igreja. O mundanismo para muitos significa escutar músicas que não são cristãs, a presença da bateria no templo, ou colocar piercing ou brinco. Essa é uma visão bem estreita e bastante fundamentalista sobre o assunto.

Mundanismo é muito pior que isso. 



É formado de práticas que comprometem o testemunho da igreja e podem ferir as pessoas. O Rev. Carlos Eduardo, meu saudoso colega de seminário, exemplifica o que Tiago descreve como práticas mundanas:

  • Ser mundano para Tiago é fazer planos sem levar em consideração a soberania de Deus (Tg 4.1);
  • É fazer acepção de pessoas (2.1-13);
  • É dizer que Deus é culpado pelos nossos pecados (1.13);
  • É se irar (1.19). Nesse caso ele está contrastando a ira do homem com a de Deus. A ira do Senhor é reta e reflete seu caráter perfeito, a do homem, via de regra, vem misturada com ódio, rancor, e desejo de vingança como aconteceu com Caim
  • Ser mundano é não refrear a língua (1.26);
  • É ser maldizente e julgar o próximo (4.11-12);
  • É não praticar a palavra de Deus (1.19-24);
  • É não ajudar o necessitado (1.27; 2.1);
  • É enriquecimento ilícito oprimindo os empregados e não pagando a eles o seu salário (5.4);
  • É ser impaciente nas provações e blasfemar contra Deus (5.11).
  • É jurar falso, ou seja, usar o nome do Senhor em vão (Ex 20.7) ou jurar por coisas triviais, como jurar pela terra, pelo céu (Tg 5.12).
Mundanismo é isso. E quem pratica as coisas acima, pode muito bem ser apenas um ouvinte da palavra, e não, um crente regenerado. 

Isso nos chama a atenção para as nossas condutas. Que elas sejam próprias de quem foi salvo por Cristo Jesus. Se elas forem opostas, ou a pessoa pode estar afastada de Deus, ou, pode, simplesmente, não ser cristã, embora seja frequente nos cultos.

--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Google Plus