Fofoca: a síndrome da religião vazia (8)


Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a língua, antes, enganando o próprio coração, a sua religião é vã. - Tiago 1.26 

Como alguém pode dizer que é cristão sendo que dos seus lábios somente saem palavras más tais como, fofoca, maledicência, julgamento e blasfêmias?

As pessoas que gostam de fofocar quase nunca admitem. E muitas vezes acabam disfarçando a fofoca como se fosse uma preocupação pelos outros. É aquele tipo de comentário: “Acho ele boa pessoa, mas...”

Todavia, por mais que embalemos e camuflemos a fofoca nas nossas conversas, ela vai continuar sendo o que é: algo negativo, manipulativo e uma maneira de se levantar o próprio ego.


As pessoas espalham boatos e falam mal das outras por vários motivos. Porém no topo da lista vem o ressentimento, ciúmes, inveja e insegurança. Alguém já disse que a fofoca é o instrumento dos inseguros, infelizes, maldosos e manipuladores.

Mas Tiago nos mostra que um exemplo prático da inutilidade de ouvir a Palavra de Deus, sem no entanto, praticá-la é incapacidade de controlar a língua. Ou seja, o maldizente, por mais religioso que pense ser, na verdade é vazio.

A Bíblia nos exorta para que nossa palavra seja equilibrada, sensata e sábia. Ao escrever para a igreja de Colossos ele orienta:

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um – Colossenses 4.6

Todos nós cometemos falhas, vez ou outra, neste aspecto. Mas há pessoas que fizeram disso um vício, um perverso estilo de vida. Cuidemos para que não sejamos estas pessoas, e que nos afastemos de gente com esse tipo de atitude.


Índice de artigos em Tiago
01 - Alegria nas provações
02 - Sabedoria nas provações
03 - Humildade nas provações
04 - Responsabilidade nas provações
05 - Rápido e demorado
06 - Expulsar e acolher
07 - Ouvir e praticar
08 - Fofoca: a síndrome da religião vazia
09 - A caridade na igreja
10 - O mundanismo é pior do que você imagina
11 - Igualdade e respeito na igreja
12 - Enxergando além das aparências
13 - A lei do amor
14 - A fé e o amor ao próximo
15 - Fé e obras
16 - Fé e ação
17 - Fé e obediência
18 - A fé de Abraão
19 - A fé de Raabe
20 - A maturidade cristã e o uso da língua
21 - Pela unidade da igreja
22 - O freio, o leme e a fagulha
23 - O poder aniquilador da língua
24 - A perversidade da língua
25 - A verdadeira sabedoria
26 - A sabedoria mundana
27 - A sabedoria que provém de Deus
28 - A batalha que você não deve entrar
29 - A oração que você não deve fazer
30 - Não seja amigo do seu inimigo
31 - A amizade que você não deve cultivar
32 - Três bênçãos
33 - Como você usa sua língua? Para benefício ou malefício?
34 - O que a fofoca revela sobre você
35 - "Pequeno" pecado, grande estrago
36 - A fragilidade da vida humana
37 - Se Deus quiser
38 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a miséria
39 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a frustração
40 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a destruição
41 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a degradação pessoal
42 - Seja paciente até a vinda de Jesus
43 - Seja paciente como o agricultor 
44 - Seja paciente como os profetas
45 - Seja paciente como Jó
46 - Sim, sim. Não, não.
47 - Exercitando a empatia

Tecnologia do Blogger.