Sociais

Se Deus quiser



Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo - Tiago 4:15 

Muita gente quando fala a respeito do futuro, ou mesmo de uma viagem, usa sempre o termo "Se Deus quiser"! Outros dizem "E ele quer". Uma vez que estas frases já estão enraizadas na nossa cultura, me pergunto, será que a frase "Se Deus quiser" reflete uma real submissão a Deus e aos seus planos?

Creio que muitos falam apenas por costume. Mas deveríamos considerar sincera e honestamente o controle de Deus sobre todas as coisas, sobre nossas vidas, a sua vontade específica para nós. E o mais importante: sermos pessoas submissas a esta vontade divina.


No contexto de Tiago 4, submissão é a atitude de permitir que Deus determine o que você deve fazer. Muitas vezes nossa vida não caminha, encontra obstáculos, porque lá no nosso interior, queremos que nossa vontade venha a suplantar a vontade de Deus. 

Esta atitude não tem nada a ver com submissão. É, na verdade, jactância.

Agora, entretanto, vos jactais das vossas arrogantes pretensões. Toda jactância semelhante a essa é maligna - Tiago 4:16 

Jactância é atitude de alguém que se manifesta com arrogância e tem alta opinião de si mesmo. Gente que vive confiando em si mesma. E quando isso acontece conosco, estaremos vivendo de acordo com o mal, pois essa atitude não vem de Deus. Afinal, quando sabemos o que é correto e não fazemos, pecamos. 

Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando - Tiago 4:17 

Para pensar
Submeta-se à vontade de Deus – sua vida, seus planos, seu futuro, coloque tudo nas mãos de Deus.


--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Google Plus