Igualdade e respeito na igreja


Meus irmãos, não tenhais a fé em nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas - Tiago 2:1 (leia também os versos 2 e 3) 

Imagine a cena. A igreja reuniu-se em tribunal para julgar certa pendência entre os dois homens: o rico e o pobre. Cada um deles era inconfundível! 

O rico chegou vestido com roupas de luxo, brilhantes, limpas e caras. Na sua mão trazia um belíssimo anel de ouro, indicando sua dignidade e riqueza. Logo que ele chega, todos lhe dão atenção, respeito e preferência: “Sente-se aqui Dr., esta é a nossa cadeira mais confortável, é uma honra ter o senhor aqui!” 


Logo entra na igreja o sujeito pobre, maltrapilho, com roupas velhas, sujas e esfarrapadas. As pessoas o observam com o canto dos olhos. 

Ele procura um lugar e logo alguém diz: “Ei, você! Esse lugar aí é da família “Y”, esse outro costuma sentar a família “X”. Faz o seguinte, fica em pé ali! Ou se quiser sente aqui perto do estrado onde eu ponho os meus pés!”

Nessa disputa judicial fica bem claro que o rico vai ter preferência. Será que esse comportamento é o correto? Não! 

...não fizestes distinção entre vós mesmos e não vos tornastes juízes tomados de perversos pensamentos? -  Tiago 2:

Fé e preconceito são coisas incompatíveis. Vão contra os conceitos básicos do cristianismo, pois quebram a unidade da Igreja (Gálatas 3.28 “todos vós sois um”) e é um julgamento de aparências (Mateus 7.1) 

O rico não está mais perto de Deus nem o pobre mais longe! Diante de Deus somos todos iguais e devemos tratar as pessoas com igualdade e respeito. Chega de “panelinhas” impenetráveis que certos grupos de pessoas formam na igreja. Isso em si já é uma forma de parcialidade e eletividade. 
A igreja deve tratar as pessoas com igualdade e respeito.

--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Tecnologia do Blogger.