Alegria nas provações (1)


Meus irmãos, tendo por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. - Tiago 1:2-4  


Alguém já disse para você que estava muito feliz por passar várias provações? Incomum, não é mesmo? Mas,apesar deste fato ir contra o pensamento geral, o que a Bíblia afirma aqui é a união de duas coisas que parecem anular-se mutuamente: provação e alegria. 

Até porque quando pensamos em problemas pessoais ou mesmo externos a nós, qualquer um destes sentimentos podem vir à tona: solidão, tristeza, angústia – menos alegria. A tendência natural das coisas é assim. 

Mas aqui o cristão é desafiado a ter outra perspectiva em relação aos problemas da vida. Ele é convidado a se alegrar. 

Mas como se alegrar nas provações? 

Tiago não sugere que o crente seja superficial ou alienado, mas oferece um conceito muito profundo e é o seguinte: As provações só podem ser recebidas com alegria quando existe o conhecimento de que elas são permitidas por Deus para um determinado propósito. 

O que deve nos alegrar é o fato de que todas as provações e testes da nossa fé, se bem enfrentados, resultam no crescimento moral e espiritual. Desenvolvem no nosso coração a PERSEVERANÇA, que é a capacidade de permanecer firme em direção ao alvo sem desviar. 

Cristãos maduros e completos são fruto final das provações. 

Desafio 
Temos vivido as nossas provações com alegria, encarando-as como oportunidade de desenvolver e amadurecer a nossa fé?

Por Andrei de Almeida Barros

Índice de artigos em Tiago
01 - Alegria nas provações
02 - Sabedoria nas provações
03 - Humildade nas provações
04 - Responsabilidade nas provações
05 - Rápido e demorado
06 - Expulsar e acolher
07 - Ouvir e praticar
08 - Fofoca: a síndrome da religião vazia
09 - A caridade na igreja
10 - O mundanismo é pior do que você imagina
11 - Igualdade e respeito na igreja
12 - Enxergando além das aparências
13 - A lei do amor
14 - A fé e o amor ao próximo
15 - Fé e obras
16 - Fé e ação
17 - Fé e obediência
18 - A fé de Abraão
19 - A fé de Raabe
20 - A maturidade cristã e o uso da língua
21 - Pela unidade da igreja
22 - O freio, o leme e a fagulha
23 - O poder aniquilador da língua
24 - A perversidade da língua
25 - A verdadeira sabedoria
26 - A sabedoria mundana
27 - A sabedoria que provém de Deus
28 - A batalha que você não deve entrar
29 - A oração que você não deve fazer
30 - Não seja amigo do seu inimigo
31 - A amizade que você não deve cultivar
32 - Três bênçãos
33 - Como você usa sua língua? Para benefício ou malefício?
34 - O que a fofoca revela sobre você
35 - "Pequeno" pecado, grande estrago
36 - A fragilidade da vida humana
37 - Se Deus quiser
38 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a miséria
39 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a frustração
40 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a destruição
41 - Apegue-se ao dinheiro e encontre... a degradação pessoal
42 - Seja paciente até a vinda de Jesus
43 - Seja paciente como o agricultor 
44 - Seja paciente como os profetas
45 - Seja paciente como Jó
46 - Sim, sim. Não, não.
47 - Exercitando a empatia
Tecnologia do Blogger.