Juízes



Gideão e seu exército



A época 
Na Bíblia, como na história profana, os períodos mais férteis em acontecimentos máximos e decisivos se alternam com fases mais sombrias, monótonas, estendendo-se durante muitos séculos. 

Assim, os livros de Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio e Josué contam as experiências de duas gerações de Israel: a que morreu no deserto e a que entrou no país da promessa. 

Em contraste, o livro dos Juízes abrange uma vasta porção da história do povo eleito. Em seu discurso em Antioquia da Pisídia, o apóstolo Paulo diz que ela durou mais ou menos 450 anos (Atos 13:20), isto é, do 14º ao 10º século AC. 

O tema 
Uma palavra pode resumir a mensagem do livro dos Juízes: DECLÍNIO. Após a conquista vitoriosa e rápida do país de Canaã, veio a lenta desagregação espiritual, moral e nacional de um povo que não combateu seus inimigos, porque preferiu a servidão de uma coexistência pacífica com os habitantes do país. 

Entretanto Moisés e Josué tinham advertido os israelitas dos perigos inerentes a uma tal situação e o Senhor tinha ordenado o extermínio dos amorreus. 



A introdução 
Josué acabara de morrer e já a geração seguinte escolhia deliberadamente caminho da desobediência a Deus. Desde o capítulo primeiro, os atos de negligência das diversas tribos ressoam como um dobre de finados: Benjami (v. 21), Manasses (v. 27), Efraim (v. 29), Zebulom (v. 30), Aser (v. 31), Naftali (v. 33) não expulsaram os habitantes do pais. 

No capitulo 2, o Senhor adverte ainda Israel, por um dos Seus servos, das conseqüências da idolatria. Mas o efeito momentâneo dessa advertência não fez parar o curso da apostasia. 

Os 7 períodos de escravidão e os 14 juízes 
O declínio se estabiliza. No capítulo 3, o texto sagrado descreve 7 épocas de aflição, em que os israelitas são escravizados por nações poderosas e cruéis que subjugam o país; mas em sua angústia, clamam ao Senhor que lhes dá libertadores. Este será o papel dos 14 juízes suscitados por Deus para livrar Israel. 

Os capítulos 3-16 descrevem as maravilhosas intervenções do Senhor por meio dos mais inesperados instrumentos. "Deus escolheu as cousas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as cousas fracas do mundo para envergonhar as fortes" (1 Coríntios 1:27-29). 

  • Otniel é filho do irmão mais moço de Calebe (3:9). 
  • Eúde é canhoto (3:15). 
  • Sangar é trabalhador do campo (3:31). 
  • Débora e Jael são mulheres: os chefes militares não tinham o hábito de levá-las em conta (4:4;5:24-26). 
  • Gideão é o menor da família mais pobre de Manasses (6:15). 
  • Jefté é banido da sociedade por causa de seus ancestrais (11:1). 
  • Sansão é tão vulnerável moralmente, como é temível fisicamente (cap. 13-16). 

Mas a Deus agrada manifestar Seu poder pelos meios mais humildes e nas circunstâncias mais surpreendentes para que toda a glória Lhe seja atribuída. 

Hebreus 11, capítulo que tem sido chamado de "galeria dos gigantes da fé", menciona muitos desses juízes (v. 32-34), cujo exemplo foi uma bênção para multidões de crentes. 

A chave do livro 
Os capítulos 17 a 21 relatam as trágicas consequências da apostasia e do afastamento de Deus. Uma guerra civil revolucionou Israel. 

Por pouco a, tribo de Benjamim não foi exterminada. Mas a Escritura explica a razão moral de tal desastre: "Naqueles dias, não havia rei em Israel; cada qual fazia o que achava mais reto" (Juízes 17:6; 18:1 e 21:25). E

sta frase permite-nos supor que Samuel redigiu o livro dos Juízes quando se estabeleceu a monarquia; ela comporta este ensinamento: quando o homem desobedece a Deus, seus próprios esforços não podem terminar senão em fracasso. 



A aplicação presente 
Na Igreja de Jesus Cristo há também uma nova geração que se levanta; ela não conhece, necessariamente, as gloriosas intervenções de Deus no passado. 

Como Israel no tempo dos Juízes, "cananeus" a espreitam em pleno país da promessa. Esse inimigo pode ter em nossos dias um nome diferente, mas é o mesmo, que sempre se opõe à vocação do cristão. 

Se esta geração não se adestrar para a luta, ela está liquidada, mas, se consciente de sua responsabilidade, ela se levantar para resistir, combater e vencer, Deus suscitará em seu seio homens e mulheres da têmpera de Otniel, intrépidos como Débora, Gideão ou Jefté, e fortes como Sansão.

ÍNDICE

Tecnologia do Blogger.