1ª Tessalonicenses


Torre Branca em Tessalônica, também chamada Salônica.

O plano da Epístola
Cap. 1 - os tessalonicenses convertidos em vista do advento de Cristo, 1:9-10
Cap. 2 - chamados à Sua glória pelo advento de Cristo, 2:12
Cap. 3:1-4:12 - santificados e tornados irrepreensíveis para o advento de Cristo, 3:13
Cap. 4:13-18 - arrebatados para o encontro do Senhor quando do advento de Cristo, 4:17
Cap. 5 - vigilantes e prontos para o dia do advento de Cristo, 5:23

Tessalônica
Em sua extremidade nordeste, o mar Egeu penetra profundamente na península dos Balcãs. Aí se encontra hoje o porto grego de Salônica, onde os turistas podem contemplar os vestígios da antiga cidade de Tessalônica.

Quando de sua segunda viagem missionária, o apóstolo Paulo foi levado a passar da Ásia para a Europa. Após uma primeira escala em Filipos, na parte oriental da Macedônia, ele parou em Tessalônica e em Beréia (Atos 17:1-14) antes de se dirigir a Atenas.



Os tessalonicenses
Eles acolheram muito rapidamente a mensagem do Evangelho, "tendo recebido a palavra, posto que em meio de muita tribulação, com alegria do Espírito Santo" (1:6).

A perseguição não lhes foi poupada: Jasom, que tinha recebido os apóstolos, foi levado à presença dos magistrados, e Paulo teve de deixar prontamente a cidade, aconselhado pelos crentes.

Mas deixava atrás de si uma igreja solidamente fundada, que se tomou um motivo constante de alegria para o apóstolo.

A redação da Epístola
Muitos meses tinham decorrido desde a passagem de Paulo em Tessalônica, quando Silas e Timóteo foram ter com ele em Corinto, trazendo-lhe notícias encorajadoras da Igreja nascente (confira Atos 18:5). Os crentes de Tessalônica tinham verdadeiramente "deixado os ídolos, para servir o Deus vivo e verdadeiro" (1 Tessalonicenses 1:9).

O apóstolo ficou muito alegre com isso. É pois, muito compreensível que ele quisesse encorajar seus novos convertidos escrevendo-lhes uma carta. Eis porque, desses 5 capítulos, destaca-se uma nota de vitória capaz de estimular nosso zelo e fazer de nós, por nossa vez, vencedores para o reino de Jesus Cristo.

A primeira Epístola aos Tessalonicenses foi a primeira carta redigida pelo apóstolo Paulo e muito provavelmente, do ponto de vista cronológico, o primeiro escrito do Novo Testamento.



A nota profética
O apóstolo insiste com os tessalonicenses quanto a santificação (4:1;5:23), pois o tempo é curto e o dia do Senhor está próximo (5:2). As trevas surpreenderão o mundo (5:3-8), mas a trombeta de Deus soará logo para a ressurreição dos crentes que dormem e o arrebatamento dos remidos que estiverem vivos (4:15-17).

Esta suprema esperança da fé confere um aspecto triunfal ao hino de vitória que esta Epístola nos transmite; dá também uma importância especial aos seus últimos conselhos práticos (5:12-28), que traçam aos crentes de Tessalônica, assim como aos do século XI, o caminho de um cristianismo viril e verdadeiro.

Tecnologia do Blogger.