Marcos 11.24 em poucas palavras



“Por isso eu afirmo a vocês: quando vocês orarem e pedirem alguma coisa, creiam que já a receberam, e assim tudo lhes será dado.” – BLH.

Devemos orar em tempos de adversidades, para não nos tornamos infiéis e incrédulos. Devemos orar em tempos de prosperidade, para não nos tornamos orgulhosos e arrogantes. 

Devemos orar em tempos de perigo, para não nos tornamos medrosos e cheios de dúvidas. Mas precisamos orar também em tempos de segurança, para não nos tornamos autossuficientes.

Pecadores, orem ao Deus misericordioso pelo perdão. Cristãos, orem pedindo o derramamento do Espírito de Deus sobre este mundo carente, mau e incrédulo. 

Pais, orem para que Deus possa encher seu lar de misericórdia, diálogo e perdão. Filhos, orem pela salvação de seus pais. 

Discípulos, orem para que o orvalho do céu possa ser derramado sobre o solo ressequido da terra e para que a justiça possa cobri-la como as águas cobrem o mar [Habacuque 2.14].


Oração:

Querido Pai celestial, Firma minha vida nesta disciplina da oração e da leitura da Palavra – a Bíblia. E ao ser fortalecido aumenta a minha fé e esperança no porvir. Em Jesus. Amém.

-----------------------------------------
Gilberto Bueno Filho, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2001. Pós-Graduação em Ética, Cidadania e Subjetividade pela Escola Superior de Teologia em 2007. É fundador e editor do blog familiafariabueno.
Tecnologia do Blogger.