Em poucas palavras - Salmo 27.5-6


Em tempos difíceis, Ele me esconderá no seu abrigo, Ele me guardará no seu Templo e me colocará em segurança no alto de uma rocha. Assim vencerei os inimigos que me cercam. Com gritos de alegria, oferecerei sacrifícios no seu Templo; eu cantarei e louvarei a Deus, o Senhor – BLH. 

Os cristãos não estão sempre imunes a depressão. O fato é este: o rumo dos acontecimentos e a “corrente” do mal são bastante para levar as pessoas crentes ou não a terem pensamentos sombrios.


Davi, rei, poeta e cantor de Israel, nem sempre estava livre de vivenciar essa realidade dura da vida. Às vezes a sua canção, alegre e feliz, tornava-se em lamento, de tristeza e desespero, como expressou: “As minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, porquanto se me diz constantemente: Onde está o teu Deus?”

Penso que a cura para a depressão, para esses momentos difíceis encontra-se no louvor confiante e consciente dos atributos do Pai celestial, de quem é Deus. Ocupa-se em contar e cantar as bênçãos e não em pensamentos de tristeza e desespero, e assim esse momento passará.

Oração
Pai celestial, obrigado[a], pelas experiências que encontro em cada salmo. Salmos que me ajudam a trilhar, com confiança, os mesmo caminhos que Davi e tantos outros trilharam. Que eu aprenda a viver em inteira confiança e louvor, seja em qualquer circunstância da minha vida. Que assim seja no precioso nome de Jesus. Amém!

Índice - Em poucas palavras
Tecnologia do Blogger.