A igreja (3)


Não há nada que Deus faça que seja desprovido de algum propósito. Essa verdade se aplica igualmente à igreja, uma vez que, quando Deus a estabeleceu, fê-lo para cumprir alguns propósitos. Essa reflexão tem como objetivo abordar alguns desses propósitos.



1. Adoração
A primeira resposta do Breve Catecismo de Westminster afirma que “o fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre”. Inquestionavelmente, um dos aspectos que envolvem o ato de glorificar a Deus é a adoração. Paulo, por exemplo, ordena à igreja de Colossos que louve “a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração” (Cl 3.16). Ainda o apóstolo Paulo afirma que a igreja foi estabelecida “a fim de sermos para louvor da sua glória” (Ef. 1.12).


2. Evangelização
Jesus ensina com clareza esse propósito ao dizer que seus seguidores deveriam “fazer discípulos de todas as nações” (Mt 28.19). Segundo Wayne Grudem, “essa obra evangelística de declarar o evangelho é o ministério principal da igreja com relação ao mundo”. Compete, portanto, a cada membro, anunciar as boas novas do Evangelho a toda criatura.


3. Misericórdia
Outra função da igreja é dispensar misericórdia àqueles que necessitam de socorro. Isso inclui os necessitados de modo geral. A ajuda dispensada pelos crentes deve destinar-se, primeiramente, aos da família (1 Tm 5.8); a seguir, aos da família da fé (Gl 6.10), e, por fim, os incrédulos. Aliás, a ajuda aos descrentes deve ocorrer ainda que eles não demonstrem gratidão ou mesmo rejeitem o evangelho de Jesus (Lc. 6.35-36).


4. Edificação
Segundo a Bíblia, a igreja tem a incumbência de conduzir seus membros ao crescimento e nutri-los na fé. Paulo reconheceu que seu ministério era apresentar “todo homem perfeito em Cristo” (Cl 1.28). Ele também escreveu à igreja de Éfeso que Deus concedeu dons aos homens “com vistas ao aperfeiçoamento dos santos, para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo” (Ef 4.12). Portanto, engana-se quem acha que o único objetivo da igreja é levar o homem à fé em Cristo, pois um de seus propósitos é conduzir seus membros à maturidade.


Conclusão
Verdadeiramente, Deus tem propósitos definidos em todas as suas obras. Isso não é diferente em relação à igreja. De acordo com o que aprendemos, alguns dos propósitos de Deus para a igreja são a adoração, a evangelização, a misericórdia e a edificação. Que cada membro do corpo de Cristo, capacitado pela graça de Deus, cumpra cabalmente o Seu propósito.

Por Carlos Eduardo Pereira de Souza

ÍNDICE
A igreja (1) - Natureza, visibilidade e localização
A igreja (2) - Pregação, sacramentos e disciplina
A igreja (3) - Adoração, evangelização, misericórdia e edificação
A igreja (4) - Doutrina, santidade e coerência
A igreja (5) - Características de uma igreja pura
A igreja (6) - Restauração, pecado e proteção
A igreja (7) - A Santa Ceia (1)
A igreja (8) - A Santa Ceia (2)
A igreja (9) - Interpretações da Santa Ceia
A igreja (10) - Quem deve participar da Ceia
A Igreja (11) - Adoração

Tecnologia do Blogger.