Sociais

A doutrina do homem (7)


Na edição passada refletimos sobre a proeminência de Adão em sua família. Conforme demonstramos, tal proeminência é fruto do decreto de Deus e se caracteriza pelo fato de que a serpente falou com Eva, numa tentativa de inverter o que Deus havia estabelecido. 


Por outro lado, mesmo após a Queda, Deus falou com Adão e este, por sua vez, é descrito como o representante da humanidade. Hoje, finalizaremos essa abordagem,mostrando os efeitos da Queda e da redenção em Cristo na relação entre macho e fêmea.

1. A maldição e manutenção dos papéis
Após a Queda, Deus impôs castigos sobre Adão e Eva. Contudo, ele não introduziu novos papéis para eles. Introduziu dor às funções que haviam sido estabelecidas. Dessa forma, Adão ainda teria a função de arar o solo e cultivá-lo, porém esse solo produziria “cardos e abrolhos” e no suor de seu rosto ele e sua família comeriam (Gn 3.18,19). 

Da mesma forma, Eva continuaria com a função de ter filhos, todavia isso seria doloroso. O Senhor decretou: “Em meio de dores darás à luz filhos” (Gn 3.16). Portanto, o sofrimento foi agregado às funções previamente estabelecidas.

2. A redenção de Cristo reafirma a ordem da Criação
A redenção em Cristo tem como objetivo eliminar os resultados do pecado na relação conjugal. Isso é o que vemos nas exortações de Paulo. Para as mulheres ele ordena: “Sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor” (Ef 5.22). Para os maridos ele também ordena: “Amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja” (Ef 5.25). 

Com a conversão e com o tempo, os cônjuges vão entendendo e desenvolvendo suas respectivas funções dentro do casamento. Wayne Grudem escreve: “À medida que crescemos na maturidade em Cristo, passamos cada vez mais a nos deleitar e nos alegrar com as diferenças nos papéis dentro da família humana”.

Conclusão
Homem e mulher foram criados à imagem e semelhança de Deus. Contudo, com funções diferentes no casamento. Embora tenha-se agregado sofrimento a essas funções, elas não foram canceladas por conta da Queda. Cristo é aquele que restaura tais funções e capacita o casal para que cumpra cabalmente sua tarefa no seio familiar. 

------------------------------------
Carlos Eduardo Pereira de Souza  é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2012. Possui Mestrado em Divindade com concentração no Novo Testamento pelo Centro de Pós Graduação Andrew Jumper em 2013.

Google Plus