Hino 371 - A Bíblia



1. Da Bíblia a luz celeste 
Lampeje aqui, Senhor, 
A luz que vem de Cristo, 
O Mestre e Salvador. 
Tal como o sol no espaço 
Difunde a sua luz, 
Teu Livro aqui resplenda
A glória de Jesus.

2. Senhor, que a tua Igreja 
Rebrilhe qual fanal,
Da Bíblia refletindo
A luz celestial. 
Num proceloso mundo. 
Rumando à perdição,
Que a Bíblia a todos mostre, 
Em Cristo, a salvação. 

3. Concede inteligência! 
Queremos perceber
O que, Senhor, na Bíblia, 
Mandaste-nos dizer. 
Adestra-nos, ó Mestre, 
Com teu Verbo eficaz! 
Instrui e repreende, 
Destrói o que é falaz!

Informações
Letra: Jerônimo Gueiros, 1870 - 1953
Música: Da coleção "Zionsharfe", 1854 de Conrad Kocher

História
A melodia "Eliacombe" tem origem desconhecida, embora relacionada com diversas coleções do século 19. A mais antiga é "Gesang Buch der Herzogl. Wirtemburgischen Katholischen Hofkapelle" (1784). 

Aparece em outras coleções associada a textos diversos. A versão harmonizada que publicamos aqui é, segundo informa D. Henriqueta Rosa Fernandes Braga, originária da coleção "Zionharfe" (1854), de Konrad Kocher. 

Este compositor alemão nasceu em Dietizingen em 1786. Dedicou-se ao ensino de música, participou de um movimento de renovação da música alemã, foi um estudioso do contraponto palestiniano, editou coleções de hinos e estudou piano na Rússia, em São Petersburgo. 

Privou da amizade do grande pianista Muzio Clementi, que muito o incentivou. De volta à Alemanha fundou uma escola de canto sacro, que foi famosa em seu tempo. Foi organista de uma igreja em Stuttgart a partir de 1827. 

A coleção "Zionharfe" ("Harpa de Sião") é uma das suas publicações mais importantes. Faleceu em 1872. O texto deste hino sobre as Sagradas Escrituras é do Rev. Jerônimo Gueiros (hino n°7).

Tecnologia do Blogger.