Os atributos de Deus (4)


No artigo anterior refletimos sobre as qualidades de Deus que somente Ele as tem. A partir da edição de hoje, abordaremos aquelas qualidades que Deus tem, mas que são partilhadas com o homem, porém, num grau muito menor. Tratam-se dos Atributos Comunicáveis de Deus

Vejamos algumas dessas qualidades:

1. Bondade.
O Salmo 145.9 descreve o Senhor como sendo um Deus de grande bondade. Por outro lado, Provérbios 11.17 nos fala da necessidade do homem praticar a bondade. Assim está escrito: “O homem bondoso faz bem a si mesmo, mas o cruel a si mesmo se fere”. A ordem para essa prática comprova a afirmação de que o homem, mesmo num grau menor, pode cultivar uma qualidade que é inerente ao Senhor.

2. Santidade. 
Em toda a Bíblia é apresentado o ensino de que Deus é Santo (Ex 15.11). No entanto, apesar do fato de que apenas Deus é absolutamente santo, há vários outros textos nos quais o homem é estimulado a imitar ao seu criador sendo santo. Em Lv 20.26 nós lemos: “Ser-me-eis santos, porque eu, o SENHOR, sou santo e separei-vos dos povos, para serdes meus”.

3. Justiça. 
Do caráter santo de Deus provem a qualidade de ser justo. Seu parecer, seu julgamento e sua condenação estão isentas de erros. Nas Escrituras o homem é continuamente exortado para a prática da justiça. Veja, por exemplo, o que nos fala 1 Jo 4.7: “Se sabeis que ele é justo, reconhecei também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.”

Conclusão. 
Há algumas qualidades presentes em Deus que não só são partilhadas por Ele com os homens, como também são estimuladas para que sejam cultivadas. Dentre essas qualidades abordamos hoje a bondade, a santidade e a justiça. Que a graça de Deus nos ajude a praticá-las!
Tecnologia do Blogger.