O Natal de Jesus em Colossenses (4) - Cristo, o Cabeça da Igreja



“Ele é a cabeça do corpo, da Igreja. Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as cousas ter a primazia, porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude”. (Colossenses 1.18) 


Conta-se sobre um homem que foi para uma pequena cidade e começou a procurar uma famosa igreja norte-americana: Igreja de Deus. Ele parou e perguntou a um homem que estava sentado num dos degraus das escadarias do Fórum da cidade que despreocupadamente, com um canivete. cortava um pedaço de madeira. 


– “O senhor procura a Igreja de Deus?” – perguntou o homem que cortava a madeira com o seu canivete. 

– “Bem, existe uma igreja bem grande mais adiante, chamada Igreja Batista, mas, só que ela pertence ao senhor Jones. Ele é quem a dirige. 

– “Existe também, uma igreja muito bonita, na outra esquina que alguns chamam de Igreja Presbiteriana, mas ela pertence ao senhor McGregor”. É ele quem a dirige”.

– “Existe ainda um prédio, virando a esquina, que eu tenho ouvido chamar Sinagoga, mas o senhor Stein a dirige como seu chefe. 

– “E ainda, existe a catedral, mas o senhor O’Murphy é o chefe lá. 

– “Sabe de uma coisa, meu amigo, eu não creio que Deus tenha uma Igreja nesta cidade”. 

Infelizmente, existem algumas igrejas nas quais essas historinhas são dolorosamente verdadeiras. Os pastores não são a cabeça das igrejas; os presbíteros e os diáconos não são a cabeça da igreja; a congregação não é a cabeça da igreja – Jesus Cristo é a cabeça da Igreja. 

Será que entendemos mesmo, o que Paulo quer nos diz sobre com “Ele é a cabeça do corpo, da igreja?”. A grande verdade, neste 3º Domingo do Advento é que o apóstolo está informando o povo de Deus que Jesus: 

I – COMO O CABEÇA DA IGREJA, ELE TEM A SUPREMACIA SOBRE ELA
“Ele é a cabeça do corpo, da Igreja”. 

Várias imagens da Igreja têm sido mostradas nos escritos epistolares, tais como: noiva, rebanho, ramos da videira, etc. Como corpo ela precisa de uma cabeça. E sobre esta figura comentou o Revdo. William Hendriksen: 

“Que ilustração do relacionamento de Cristo com sua igreja seria melhor do que a ideia latente da cabeça humana em relação ao corpo?... No corpo humano é a cabeça que o corpo, em larga escala, deve sua vida vigorosa e seu crescimento (relacionamento orgânico)”. 

Uma vez que a Igreja é composta dos verdadeiros crentes, adquiridos pelo precioso sangue do Senhor, nenhuma igreja pode reivindicar a si a supremacia, a liderança. Só o Senhor Jesus a tem. Ele é o Chefe Supremo da sua Igreja. 

II – COMO O CABEÇA DA IGREJA, ELE TEM PREEMINÊNCIA SOBRE ELA 
“Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as coisas ter a primazia...”.

Como primogênito Ele é o que ocupa o primeiro lugar sobre todas as coisas visíveis e invisíveis, principalmente na Sua igreja. Se no primeiro ponto vemos uma união orgânica, vemos agora, neste segundo ponto o seu caráter de líder sobre a Igreja. 

No grego usual, a palavra ‘cabeça’ significa, na sua fonte, ou origem, tão bem como um líder, ou governante. Paulo nos ensina aqui que Jesus é o Líder, e se a Igreja seguir os seus passos, deixar-se orientar por Ele, por certo não perecerá, não tomará rumos e caminhos incertos. 

III - O CABEÇA DA IGREJA A MANTÉM EM SEGURANÇA 
“porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude”. 

Paulo nos mostra com esse conceito que, uma vez que Jesus é a cabeça da Igreja, então Ele a mantém em segurança:

a) Como o Bom Pastor, protegendo-a com o seu amor. 
b) Como a Videira Verdadeira, nutrindo-a com a seiva da Sua Graça e a Unção do Seu Espírito Santo.
c) Como Mestre, ensinando-a. 
d) Como Senhor, disciplinando-a. 

Nele reside toda a plenitude de bênçãos e graça sobre aqueles que lhe pertencem por direito de redenção. Aqueles que têm o seu Nome como fonte de toda a vida. 

Conclusão 
Tendo Jesus, como a cabeça da Igreja, caminhamos tranquilos e em segurança sabendo que nossa vida não é um barco à deriva mas que vai para um porto seguro, pilotado, por aquele que é a Cabeça da Igreja. 

Seu grande Líder e Senhor. Por isso, como cristãos, aguardamos com um misto de alegria e ansiedade o Segundo e Glorioso Advento do nosso Senhor Jesus Cristo. 

Por Antonio Coine

Continue a leitura
1 - Cristo, o Rei!
4 - Cristo, o Cabeça da igreja
Tecnologia do Blogger.