O Natal de Jesus em Colossenses (1) - Cristo, o Rei!


“Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; Ele é a cabeça do corpo, da Igreja.” (Col. 1.15-23)

No próximo dia primeiro de dezembro, nós, os cristãos de todo este planeta Terra, vamos celebrar o I Domingo do Advento. Neste último domingo de novembro, deste tempo comum do ano de 2013, estamos a celebrar uma data importante no nosso Calendário Litúrgico que é: CRISTO, O REI. 


Isto significa que estamos a nos preparar para a Celebração de mais um Natal do nosso SENHOR e Salvador JESUS CRISTO, do modo como deve ser Comemorado. 

A maneira como nos preparamos para festejar o Natal do nosso Salvador indica o tipo de cristãos que somos.

A Igreja do SENHOR JESUS se enfeitará com árvores de Natal, adereços alusivos à festividade numa grande expectativa de festejar com alegria o nascimento DAQUELE que deixando a sua glória no céu, como Rei Absoluto e Senhor de todas as coisas, visíveis e invisíveis, se fez um conosco, identificando-se com a nossa realidade humana pois ELE veio buscar e salvar o que se havia perdido. 

Este é um grande momento, uma grande oportunidade de ouvirmos o que Deus falou no Éden, o que os nossos Pais, os Patriarcas, esperaram com ansiedade e o que os profetas proclamaram.

A estudarmos este texto de Paulo aos Colossenses 1.15-23, compreenderemos melhor, à luz das 
Sagradas Escrituras, quem, realmente, é o SENHOR JESUS.

I – “Ele É A Imagem Do Deus Invisível”

Ao dizer que o SENHOR JESUS “é a imagem do Deus invisível’ Paulo está fazendo coro com o que disseram os escritores bíblicos no passado. Que se quisermos ver Deus temos que ver primeiramente Jesus.

Conta-se que quando Billy Graham visitou os soldados americanos na Coréia durante a guerra, ele foi visitar os hospitais para falar e orar com aqueles que haviam sido feridos na batalha. Certo dia, quando estava visitando um daqueles hospitais, ele encontrou um jovem que estava deitado, de bruços, numa cama de lona, porque a sua espinha havia sido destruída pelo estilhaço de uma bala. Um buraco fora feito na lona de forma que o soldado, deitado de bruços, só podia ver o chão.

Enquanto o Pastor Billy Graham estava falando com ele, o jovem soldado disse: “Eu gostaria muito, de ver o seu rosto, senhor Graham”. Então Billy Graham se colocou deitado, embaixo da cama de lona e o soldado pode ver o seu rosto. 

Um quadro deste na nossa mente pode dizer com certeza, que esta é a real analogia de como Deus tem feito para nós em Cristo Jesus. Deus desceu até o nosso nível, e nós pudemos ver como Ele realmente é. Esta é a primeira coisa que Paulo nos diz, que Cristo é a imagem do Deus invisível. 

II – “Ele É O Primogênito De Toda A Criação”

Ao dizer que o SENHOR JESUS é o primogênito de toda a criação Paulo está a nos ensinar que Ele tem SENHORIO absoluto sobre todo o Universo, e que, nós aqui nesta Terra, devemos a Ele a honra e o respeito.

 Portanto, “não pode significar que o próprio Filho também seja uma criatura, o primeiro de uma longa linhagem, é certamente estabelecido no v. 16. Ele é antes de, distinto de, e altamente exaltado acima de toda a criatura.

Como primogênito ele é o herdeiro e soberano de tudo. Salmo 89.27 “Farei dele também meu primogênito, O mais elevado dos reis da terra” (Ex 4.22; Jr 31.9). Então, Todas as criaturas, sem qualquer exceção, devem render glória a Ele e servir ao seu propósito” (Hendriksen). 

III – “Ele É A Cabeça Do Corpo, da Igreja”

Ao dizer que o SENHOR JESUS é a cabeça do corpo da igreja Paulo está a nos lembrar que devemos a Ele toda a honra respeito e adoração, pois Ele é o SENHOR absoluto sobre a sua Igreja. 

Quando você e eu cremos em Jesus Cristo como Salvador e Senhor e professamos a nossa fé nELE, fomos imediatamente batizados pelo Espírito Santo dentro deste corpo. Como cristãos, somos membros deste corpo espiritual, e Jesus Cristo é a cabeça. No grego usual, a palavra "cabeça" significa, na sua fonte, ou origem, tão bem como um líder, ou um governante. 

Mas não importa que nome possamos selecionar, este nome afirmará a preeminência de Cristo na Igreja.

A igreja tem a sua origem nELE e hoje esta tem sido a Sua operação na igreja de Cristo. Como cabeça da igreja, Jesus a supre com vida através do Seu Espírito, e quando recebemos Cristo em nossas vidas, nós recebemos pelo menos um dom espiritual.

Alguns são abençoados em ter um ou mais, mas pelo menos somos garantidos ter um dom espiritual, e depois Cristo nos coloca na igreja para servir onde somos necessários. 

Conclusão 
Vamos, com alegria, neste domingo quando Celebramos Cristo, o Rei, nos preparar para os próximos quatro domingos do Advento lendo, estudando e refletindo o que os nossos profetas disseram no passado da Sua primeira e gloriosa vinda, o Natal, e assim, com ansiedade e alegria, aguardarmos a sua Majestosa Segunda Vinda, o Segundo Advento, e dizer como os cristãos no passado: “Maranata! Vem, Senhor Jesus”.

Por Antonio Coine

Continue a leitura
1 - Cristo, o Rei!
Tecnologia do Blogger.