Natal: Lembre-se de Jesus


Responda rápido: quais as melhores lembranças que você tem sobre o Natal? Talvez venha na sua cabeça um daqueles momentos especiais com a família... Pode ser que se lembre daquele presente que tanto queria ganhar ou mesmo de um filme bonito sobre um velhinho vestido de vermelho... 

Essas coisas acontecem no Natal, mas será que elas explicam o sentido do Natal? Obviamente não. O Natal expresso pela mídia e pela sociedade é muito distante do seu verdadeiro sentido, apelando ao consumismo e diversos mitos. 

O verdadeiro Natal ocorre quando nos lembramos de Jesus. Mas não apenas uma simples lembrança, mas sim a lembrança amparada no testemunho bíblico: “...é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo o Senhor" (Lucas 2.10-11). 

Lembre-se de Jesus, o Salvador! Certa vez um grupo de mineiros trabalhava em grande profundidade quando houve um desabamento e ficaram presos por horas seguidas – presos e perdidos na escuridão. Quando a equipe de resgate conseguiu alcançá-los, os mineiros tiveram a sensação de saírem da escuridão e das profundezas para a luz do dia. Foram salvos! Estavam perdidos, mas foram achados! 

A situação do ser humano também é parecida com esta ilustração. Muitas pessoas vivem despreocupadas com o futuro ou com a vida em relação a Deus. Conscientes ou não, estão perdidas e sem salvação. Passam-se os natais e não conseguem compreender que o nascimento de Jesus é a chegada de Salvação!

Lembre-se de Jesus, o Messias! A palavra “Cristo” significa, do grego, Ungido. A unção era o ato formal no qual se derramava óleo, consagrando a pessoa para uma função especial; em geral se ungiam sacerdotes e reis.

O povo hebreu (no Antigo Testamento) tinha a expectativa da vinda de um rei pertencente à linhagem de Davi, que seria especialmente ungido por Deus para introduzir o seu reino. Esse futuro rei recebeu um nome derivado da palavra ‘ungir’ em hebraico: Messias.

Jesus veio para ser nosso Rei. Veio para governar as nossas vidas de modo justo, pacífico e marcado pelo amor. Somos então convidados a sermos súditos do Reino de Deus que começa aqui na terra e se estabelecerá definitivamente com a sua segunda vinda.

Lembre-se de Jesus, o Senhor! O senhorio de Deus está estabelecido em Cristo. Isso significa que nossas vidas já não pertencem a nós mesmos. Nossos pensamentos, ações e atitudes não podem refletir a irresponsabilidade para com o nosso Senhor, nosso Criador. Ele exerce domínio sobre nós. Confronta nossos pensamentos, ações, conversas e desejos!

E você, como tem passado o Natal? Imerso nas compras, reuniões familiares e viagens? Todas estas coisas são boas e agradáveis, mas corremos o risco de comemorar o aniversário sem conhecer o “aniversariante”.

Faça desta preciosa data uma eficaz oportunidade para se comprometer com Jesus e anunciar a todos que Ele é o Salvador, o Messias e Senhor.

--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Tecnologia do Blogger.