Começo de Ano


Passada a euforia das festas de fim de ano, eis-nos novamente na rotina da vida. Tudo continua como antes. A humanidade nascendo vivendo e morrendo. A vida cada vez mais cara e mais difícil. As férias chegam ao fim e a gente continua tão como ou mais cansado do que antes.


Também pudera! As notícias mais comuns são de aumento de preços. Aumento do pão, da carne, do café, dos combustíveis, das tarifas do serviço público, etc. Só o aumento dos vencimentos e dos salários que andam em passo de tartaruga, enquanto os outros aumentos imitam a lebre. Infelizmente essas lebres "aumentativas" não param para dormir como a lebre da fábula, para que a tartaruga chegue na frente.

A onda de assaltos também aumenta para fazer coro e, quem sabe se por causa dos outros aumentos. E isso tudo cansa. 

E então, que fazer para descansar? Praia? Está poluída. Campo, pescaria? O dono do pesqueiro não deixa. Poluição é uma realidade até nas cidades do interior. Ela está presente no ar, na água e também nas ondas sonoras. 

Tudo está ficando insuportável e isso cansa. Cansa e oprime. O cansaço é mental, psicológico e espiritual. Esse tipo de cansaço a praia não resolve, o campo não resolve. O tempo não passa, nós é que passamos no tempo e por isso devemos separar alguns momentos de meditação para nos ajustarmos com nós mesmos e com Deus. 

Nesses momentos de meditação ouvimos uma voz evangélica a nos convidar: "Vinde a mim todos vós que vos achais cansados e eu vos aliviarei" - Mateus 11.28. E quem é que não está cansado hoje, mesmo em gozo de férias?

Mas, então, será que tem cabimento as palavras do evangelho? Sim, porque quem faz o convite é Aquele de quem escreveu o grande apóstolo Paulo. "O Deus que não pode mentir prometeu." - Tito 1.2

Infelizmente na palavra do homem não podemos confiar, porque o homem passa, o homem muda, mas Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Ele é o Deus que não pode mentir e que nos faz uma porção de promessas de descanso e de paz - "Eu estarei convosco sempre até a consumação dos séculos" - Mateus 28.20. "Sé fiel até a morte e eu te darei a coroa da vida" - Apocalipse 2.10.

Ele sempre cumpre as suas promessas, contanto que nós cumpramos as nossas. Ele não passa. Ele não muda. É só ouvir e aceitar o seu oferecimento de descanso. Aquele que aceitar, mesmo que continue cansado de corpo e de mente, estará descansado espiritualmente e isso será suficiente para ajudar a suportar esta vida cansativa de que não se pode fugir.

Faça de Jesus Cristo o companheiro constante para o novo ano e você verá, prezado leitor, que estará sempre muito bem acompanhado. Feliz ano novo.

--------------------------------------------------
Samuel Barbosa é pastor jubilado da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1960. Posteriormente graduou-se em Letras, Pedagogia, Supervisão Escolar e Especialização em Língua Portuguesa com produtiva carreira acadêmica. Pastoreou as igrejas presbiterianas de Apiaí, Correias e Itararé entre 1961 e 1962. Foi pastor da Igreja Presbiteriana de Itararé durante 32 anos até sua jubilação. Presidiu o Presbitério de Itapetininga por 22 anos e é pastor emérito das Igrejas Presbiterianas de Itararé e Itaberá. 
Tecnologia do Blogger.