O cristão santificado




“Portanto, santificai-vos e sede santos, pois eu sou o Senhor, vosso Deus” – Levítico 20.7.

O Antigo (Lv 11.44) e o Novo Testamento (Jo 17.17) – a Bíblia, estão repletos de passagens que falam sobre a santificação. Como cristãos que somos convém ter uma compreensão desse processo em nossa vida de maneira integral, abundante e plena. Assim, é preciso entender que a santificação...


... É processo que se inicia na conversão e se desenvolve durante a vida toda de cada cristão que deseja e busca mais poder e comunhão com o Pai, o Deus Soberano, em todas as áreas da sua vida.

... Consiste em abandonar (aspecto negativo) tudo o que não agrada a Deus conforme a Sua Palavra. E fortalecer-nos (aspecto positivo) através da obra do Espírito Santo. E se dá de maneira contínua e progressivamente no cristão que se submete ao Espírito Santo (1Ts 4.3 e Hb 12.14).
... É utilizar-se dos meios de graça que o Espírito Santo põe à nossa disposição para nos enriquecer e nos santificar.

... É reconhecer-se humilde e constantemente a dependência na qual vivemos para Deus e tornar-nos disponíveis e consagrados, para que Ele nos use como, quando e onde quer que O sirvamos.

... É viver a expectativa do arrebatamento que já está para acontecer, e que exige um preparar-se para este glorioso dia, santificando-nos para Deus Pai, Deus Filho e o Deus Espírito Santo, isto é, a Trindade excelsa.

Que este processo seja sempre buscado e almejado por nós, seus filhos e filhas. Que seja a meta e o alvo em nossa caminha cristã, santificando a Cristo, como Senhor, em nosso coração (1Pe 3.15) para que o Deus da paz nos santifique em tudo;e o vosso espírito, corpo e alma sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo (1Ts 5.23).

Que o Deus Santo, Santo, Santo (Is 6.3) assim nos abençoe.

-----------------------------------------
Gilberto Bueno Filho, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2001. Pós-Graduação em Ética, Cidadania e Subjetividade pela Escola Superior de Teologia em 2007. É fundador e editor do blog familiafariabueno.
Tecnologia do Blogger.