Páscoa, tempo de abrir os olhos


Abriram-se os olhos Leitura Bíblica (Lc 24.13-16)
A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso (Ex 33.14).

Lucas, falando sobre a ressurreição de Jesus, narra alguns fatos. Entre eles, conta que dois de seus discípulos que estavam a caminho de Emaús conversavam sobre os acontecimentos - a crucificação e morte de Jesus era o grande assunto do momento. 

Estavam decepcionados, sem esperança. 

O texto conta que Jesus se aproximou deles e passou a caminhar com eles. O que nos chama a atenção é que eles não perceberam a ilustre presença de Jesus, que já havia ressuscitado. 

“Os olhos deles estavam como que fechados” (Lc 24.16). 

Estavam como que impedidos de o reconhecer. Esta situação permaneceu assim por um longo tempo. Jesus ouve a descrição deles dos acontecimentos e fala com eles expondo as Escrituras. 

Depois foi convidado a entrar na casa deles. Somente quando estavam à mesa o reconheceram. O texto diz que “tomando ele o pão, abençoou-o e, tendo-o partido, lhes deu; então, se lhe abriram os olhos, e o reconheceram" (Lc 24.30-31).

Primeiro lemos, “os olhos deles estavam como que fechados” e depois “abriram-se-lhes então os olhos”. Muitas vezes isso acontece conosco. Somos discípulos de Jesus, mas por algum motivo nossos olhos estão fechados.

O Senhor está presente em nossas vidas. Estamos falando com ele a respeito de alguma coisa que necessita de sua ação poderosa, mas nossos olhos não conseguem ver a solução. 

Podemos comentar as notícias do dia a dia, podemos caminhar, ir para casa com Jesus, mas não notamos a sua presença. Ou seja, sua presença não tem influência no que estamos fazendo.

Às vezes, a solução para o problema que estamos enfrentando está bem próxima. Mas ela ocorrerá somente quando nossos olhos se abrirem para Jesus. 

Ele não nos deixa ver seu caminho até o último instante, antes de abri-lo. E, então, assim que o descerra, descobrimos que ele estava andando ao nosso lado em todos os passos, muito antes de ao menos desconfiarmos do significado disso (A. B. Simpson).

Jesus está conosco sempre.

Comentários