Não faltará


Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver (Sl 23.6).

Grande consolo encontramos na Bíblia. Quando lemos o Salmo 23, a primeira frase é um grande bálsamo e diz: “O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta”. 

Nada me faltará! 

Se nossa preocupação é sobre o que pode porventura nos faltar, podemos ficar tranquilos, pois se o Senhor é nosso pastor, ele suprirá cada uma de nossas necessidades. 

No versículo 4 vemos a profundidade desta promessa. “Ainda que eu ande por um vale escuro como a morte, não terei medo de nada. Pois tu, ó SENHOR Deus, estás comigo; tu me proteges e me diriges (Sl 23.4 NTLH). Deus é o pastor que está sempre presente. Por isso nada nos faltará. 

Este Salmo não é simplesmente uma promessa de prosperidade material. A presença de Deus em nossa vida é muito melhor que qualquer outra coisa que possamos possuir. É como diz o salmista: “Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente” (Sl 16.2). 

Se pensarmos bem, entenderemos claramente que a própria presença do pastor já é suficiente para que não haja qualquer sentimento de falta. 

Quando a bondade e misericórdia de Deus estão presentes, temos grande alento. A bondade de Deus produz vida. Por isso o Salmista orou dizendo: “vivifica-me, ó SENHOR, segundo a tua bondade” (Sl 119.159). 

A misericórdia de Deus traz perdão, reconciliação. Deus se aproxima de nós com amor. “Pois, para com as suas iniquidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Hb 8.12). 

Grande deve ser nossa gratidão. Devemos render graças ao Senhor porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre. Esta promessa termina o Salmo 23. 

A promessa de que bondade e misericórdia nos acompanharão todos os dias. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação!” (2Co 1.3).

Nada faltará, Deus nos conduz ao caminho da verdade e vida.

Tecnologia do Blogger.