O que é ser cheio do Espírito Santo?



“Ser cheio do Espírito Santo” – eis uma expressão largamente encontrada no Novo Testamento. Entretanto, nem sempre é devidamente compreendida pelos cristãos. Quando acontece? Quais seus efeitos na vida crente? São estas perguntas que procuraremos responder a seguir.



1. É um ato contínuo

Paulo, ao escrever para Efésios, exorta: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito” (Ef 5.18). Porém, a melhor tradução para esse versículo seria: “Sejam continuamente cheios pelo Espírito Santo”. Portanto, esta construção indica que ser cheio do Espírito Santo envolve um ato contínuo. Isto significa que é dever do cristão continuamente buscar o enchimento do Espírito.


2. É um ato repetido
No NT há relatos de enchimentos repetidos. Em At 2.4, os discípulos que estavam juntos foram todos “cheios do Espírito Santo”. Em At 4.8, quando Pedro estava no Sinédrio, lemos: “Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse...”. Tempos depois, quando Pedro e outros discípulos regressaram para a igreja a fim de contar o que havia ocorrido, os irmãos uniram-se em oração. Após a oração, foram novamente cheios do Espírito Santo (At 4.23). Esses textos mostram que o enchimento pelo Espírito não é um ato isolado, mas repete-se várias vezes na vida do cristão. Portanto, não é único nem final.


3. É um ato que resulta em frutos
O enchimento pelo Espírito obedece a propósitos bem definidos. Resulta em adoração renovada e ações de graças (Ef 5.19-20); em relacionamento renovado com o próximo, com as autoridades espirituais, com maior poder para o ministério e mais eficiência no uso dos dons. Enfim, o enchimento do Espírito Santo nos auxilia na santificação de modo geral.


Conclusão
Em conformidade com esta abordagem, portanto, podemos responder quando acontece o enchimento: contínua e repetidamente. Além disso, seus efeitos são maior eficiência no relacionamento com Deus, com o próximo e com o serviço. Que a graça de Deus gere em nós o desejo contínuo de sermos preenchidos pelo Espírito do Senhor.

------------------------------------
Carlos Eduardo Pereira de Souza  é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2012. Mestrado em Novo Testamento pelo Centro de Pós Graduação Andrew Jumper em 2013. Pós-graduado em docência do ensino superior, pela Universidade Paulista em 2016.

Tecnologia do Blogger.