Largue o peso


Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação - 2 Coríntios 4.17

Uma psicóloga caminhava em círculos pela sala ensinando sobre controle de stress a uma plateia. Ela levantou um copo com água e perguntou: “Qual é o peso deste copo de água?” As respostas variaram entre 200 e 300 gramas. 


Ela respondeu:

“O peso total não importa. Depende de quanto tempo eu o seguro. Se eu segurar por um minuto, não há problema. Se eu segurar por uma hora, eu vou ficar com dor no braço. Se eu segurar por um dia, meu braço vai ficar dormente e paralisado. Em qualquer caso, o peso do copo não muda. Mas, quanto mais eu seguro, mais pesado ele se torna. O stress e as preocupações da vida são como este copo de água. Pense nelas por um tempo e nada acontece. Pense nelas um pouco mais e elas começam a machucar. E se você pensar nelas o dia todo, vai se sentir paralisado, incapaz de fazer qualquer coisa. Lembre-se de abaixar o copo”.

Fico pensando em quantas vezes fazemos coisas tão leves ficarem pesadas. Quando ouvimos alguém nos criticar e, de tanto carregar na memória, aquela lembrança nos torna amargurados. Também quando deixamos sem fazer tarefas simples de um dia e elas pesam muito em nossa consciência. E o pior é quando começamos a deixar o pecado acomodar em nossa vida sem o confessar. 

Aquilo que parecia sem importância, só um pequeno desleixo, vai pesando e minando nossa alma, pesando em nosso coração. Resolva o que tem que ser resolvido. Não acumule peso, não deixe que pequenos problemas se tornem grandes pesos e cause grandes tragédias. 

Deus nos livra de todo peso.

-----------------------------------------
Hebert dos Santos Gonçalves, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1990 e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2006. É um dos escritores do Presente Diário da Rádio Transmundial. É fundador e editor do site: www.ajudadoalto.org
Tecnologia do Blogger.