O chamado do Evangelho



De acordo com Paulo, o Evangelho é manifestação do poder de Deus visando a salvação dos pecadores por meio da fé (Rm 1.16,17). Sua pregação constitui chamado de Deus dirigido ao ser humano. É importante ser observado que esse tipo de chamado é constituído de três elementos essenciais. São eles:


1. Explicação dos fatos relacionados à salvação
A pregação do Evangelho deve, inevitavelmente, expor a condição do homem diante de Deus. Segundo Rm 3.23, todas as pessoas pecaram e a penalidade para isso é a morte (Rm 6.23). 

Entretanto, Deus, em sua graça, enviou Cristo para que morresse pelo pecador, a fim de que este fosse reconciliado com Deus (Rm 5.8; 2 Cor 5.19). Esse elemento é o primeiro passo de umapregação cristã.

2. Convite para aceitar a Cristo e arrepender-se
A resposta ao Evangelho é pessoal e dada em atendimento a um convite da parte do próprio Cristo. Assim Ele disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 11.28). Esse é o conteúdo da pregação da igreja que aponta para o convite feito pelo próprio Cristo. 

Por outro lado, essa resposta deve ser acompanhada de um reconhecimento verdadeiro a respeito do pecado e da necessidade do perdão. É por isso que Jesus orienta “que em seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados a todas as nações, começando de Jerusalém” (Lc 24.47).


3. A promessa de perdão
O chamado feito pelo Evangelho não se constitui apenas na confrontação do homem com seu próprio pecado; também não fala apenas da necessidade de reconhecer Jesus como o Senhor.É, além disso, acompanhado pela promessa feita pelo Senhor de que todos os que nele crêem não somente recebem o perdão, mas lhes é garantida a vida eterna. 

A respeito do perdão, Pedro proclamou: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados” (At 3.19). Sobre a garantia da vida eterna, João escreveu: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16). 

Conclusão
O Evangelho se constitui em chamado dirigido ao homem. Nesse chamado, o ser humano é confrontado com a realidade de que é pecador; por isso ele é convidado a ir até Cristo, arrependido de seus pecados. 

Entretanto, esse chamado envolve também a proclamação do perdão recebido pelos que de fato arrependem, bem como a promessa da vida eterna juntamente com Deus. Que Ele nos motive para nos engajarmos nesse chamado especial.

------------------------------------
Carlos Eduardo Pereira de Souza  é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2012. Mestrado em Novo Testamento pelo Centro de Pós Graduação Andrew Jumper em 2013. Pós-graduando em docência do ensino superior, pela Universidade Paulista.

Tecnologia do Blogger.