Sociais

A providência de Deus


O termo “providência” não ocorre nas Escrituras, entretanto tem sido usado para falar a respeito da relação que Deus tem com sua Criação. Deus não é aquele que, após terminar sua obra, se afastou dela, como entendem os deístas. Nesta breve reflexão, abordaremos dois princípios importantes ligados à relação de Deus com a Criação. Vejamos:



1. Preservação

Deus preserva toda a sua Criação de tal maneira que, se Ele assim não o fizesse, tudo deixaria de existir. Essa ideia é plenamente expressa em dois textos. Hb 1.3 nos fala que Cristo está “sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder”.

A palavra grega da qual traduzimos a expressão “sustentando” significa carregar, suportar. Esse verbo é usado no NT com o sentido de levar algo de um lugar para outro. Não se trata apenas de sustentar, mas de controlar completamente. Da mesma forma, em Cl 1.17, Paulo, ao falar de Cristo, diz que “Nele tudo subsiste”. Tudo aqui se refere a toda a Criação.

2. Governo
Deus não é aquele que apenas preserva, mas dirige o curso de todas as coisas em sua Criação. É disso que nos fala o salmista, quando declara: “O seu reino domina sobre tudo” (Sl 103.19). 

Daniel 4.35 escreve: “Todos os moradores da terra são por ele reputados em nada; e, segundo a sua vontade, ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazes?”

Ciente do governo perfeito de Deus, Paulo declara: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm 8.28).

Conclusão
Deus não se ausentou de sua Criação nem mesmo após o pecado, visto que Ele não pode ser frustrado em seus planos. Nesse sentido, Ele tanto relaciona-se inteiramente com sua Criação, concedendo-lhe tudo o que precisa para continuar a existir, quanto exerce governo perfeito e absoluto sobre toda a Criação. Cabe ao homem reconhecer isso, esperar Nele e adorá-lo.

------------------------------------
Carlos Eduardo Pereira de Souza  é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2012. Mestrado em Novo Testamento pelo Centro de Pós Graduação Andrew Jumper em 2013. Pós-graduando em docência do ensino superior, pela Universidade Paulista.

Google Plus