Bases da esperança

 


Diz uma ilustração que “uma pessoa pode viver quarenta dias sem alimento, três dias sem água, oito minutos sem ar, mas nem um minuto sem esperança”. De fato como viver sem alimentar a esperança? A esperança é muito importante! É a capacidade de manter o ânimo em circunstâncias que sabemos ser desesperadoras.


Aprendemos da Bíblia que o ser humano quando desobedeceu a Deus no Édem, colocou a si mesmo sob uma situação de miséria. O resultado disso vemos todos os dias nos noticiários: corrupção, morte, tragédias, etc. A vida que vivemos hoje não é nem a sombra do que Deus tinha planejado para nós.

Então como ter esperança em um mundo como o nosso? Precisamos dos motivos corretos. Não os acharemos no dinheiro, nas coisas materiais ou mesmo nas pessoas em si. É somente em Deus! Tomando como base o texto bíblico do profeta Jeremias, encontramos motivos que nos ajudam a vencer os momentos difíceis de nossas vidas. Sim, há motivos para ter esperança!

O primeiro motivo para ter esperança: Deus é misericordioso. A palavra misericórdia indica o sentimento do coração de Deus pela miséria do homem. É a capacidade de se colocar no lugar do outro, ou seja, ver, sentir e pensar como ele. Deus se mostrou misericordioso quando se fez homem, em Cristo Jesus. Ele sente o que estou sentindo. Conhece a minha dor e a minha tristeza. E o profeta Jeremias descreve tal realidade de maneira poética: “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã.” (Lamentações 3:22,23). Note que essas misericórdias são constantes, infinitas e eficazes. Deus, sem dúvida, é o "Pai de misericórdias" (2 Coríntios 1.3).

O segundo motivo para ter esperança: Deus é fiel. Ainda no mesmo texto lemos “...grande é a tua fidelidade”. (Lamentações 3:23) Fidelidade significa lealdade, constância nos compromissos assumidos com alguém. Esse grande atributo de Deus é citado na Bíblia sempre relacionado com a Aliança que ele fez com o seu povo. Ou seja, o compromisso que Deus tem em cuidar, proteger e abençoar o seu povo.

O terceiro motivo para ter esperança: Deus é bondoso. “Bom é o SENHOR para os que esperam por ele, para a alma que o busca” (Lamentações 3:21-39). Este atributo está ligado à santidade de Deus. A Sua bondade infinita é uma perfeição de seu ser que caracteriza a sua natureza e é em si mesma a fonte de tudo que é bom na criação. É esta bondade que nos dá a certeza de que Deus virá em nosso socorro.

Por fim, o quarto motivo para ter esperança: Deus está trabalhando no nosso caráter. Uma coisa que nós temos dificuldade de aceitar é que Deus está muito mais preocupado com o que somos do que com o que nós fazemos

Nós nos preocupamos muito em “fazer” e nos esquecemos de “ser”. Mas Deus não, ele trabalha no nosso caráter para que acima de tudo nós sejamos homens e mulheres de acordo com sua vontade. Por isso ele permite que em nossas vidas aconteçam coisas boas e coisas não tão boas. 

O verdadeiro filho de Deus crê que todas as coisas contribuirão o seu bem. “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:28)

E você, caro leitor? Em quais bases você tem colocado sua esperança? Não sei quais problemas você está passando, mas que tal considerar a misericórdia, a fidelidade, a bondade e os planos de Deus para sua vida? Com certeza isso mudará sua perspectiva e o encherá de esperança!

--------------------------------------------------
Andrei de Almeida Barros é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1998 trabalhou como missionário em Portugal. Formou-se em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2003 e ordenado pastor em 2004. Atualmente cursa Licenciatura em História. É fundador e editor do site www.semeandovida.org
Tecnologia do Blogger.