Mantendo a motivação em alta


Josué 14.6 a 15. 

O desânimo é uma das armas mais poderosas que o inimigo usa para desestabilizar o povo de Deus. E a pergunta que surge é: Como podemos vencer o desânimo e manter a nossa motivação em alta? 

1. Mantemos a motivação em alta quando permanecemos fieis às promessas.
Na divisão de terras entre as tribos de Israel, um personagem chama a nossa atenção por permanecer fiel às promessas de Deus: Calebe. Ele e outros espias foram enviados por Moisés para verificarem a situação da Terra Prometida.

O relato de Calebe a respeito do que viu estava baseado na fidelidade às promessas que estavam em seu coração: “...eu lhe relatei como sentia o coração. Mas meus irmãos que subiram comigo desesperaram o povo; eu porém perseverei em seguir o Senhor, meu Deus” (Josué 14.7,8). Na ocasião os outros espias foram tomados pelo medo e desânimo pois olharam para as dificuldades e acreditaram que seria impossível conquistar aquela terra. 

Quantas vezes as dificuldades da vida nos fazem perder a motivação?

Como aconteceu com o profeta Elias, que queria desistir de tudo, pois pensou que a sua missão era pesada demais. Ou ainda, o exemplo de Pedro, que após a morte de Jesus resolve voltar a pescar, pois entendeu que tudo tinha acabado. Após a ressurreição Jesus restaura Pedro e a partir desse dia ele se transformou no grande apóstolo que permaneceu fiel às promessas chegando a dizer: “O senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia... ...mas nós, seguimos a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a Justiça” (2 Pedro 3.9,13). 

Quando pensar em desanimar lembre-se das promessas de Deus e seja fiel a elas. Isso vai manter a sua motivação em alta.

2. Mantemos a motivação em alta quando perseveramos na espera das promessas.
Quando pensamos na história de Calebe não podemos esquecer da sua perseverança em seguir o Senhor - “perseverei em seguir o Senhor” (Josué 14.8,9 e 13). Veja o que o Senhor diz a respeito dele: “Porém o meu servo Calebe, visto que nele ouve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu farei entrar a terra que espiou, e a sua descendência a possuirá.” (Números 14.24)


A perseverança de Calebe começou no deserto. Quando ele recebeu a promessa de Deus, perseverou por 45 anos aguardando a realização da mesma. Perseverou mesmo vendo toda uma geração ser destruída no deserto. 

A Bíblia está repleta de exemplos de pessoas que perseveram nas promessas e continuaram firmes na espera da realização dos seus sonhos (leia Hebreus 11). Hoje, Jesus nos aconselha: “Não se turbe o vosso coração credes em Deus. crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vos teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E ...voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também” (João 14.1 a 3). 

Quantas vezes deixamos de receber bênçãos por que não perseveramos e desistimos dos sonhos no meio do caminho? Ou ainda, quantos projetos foram abortados no meio da caminhada? Não desista, mas permaneça confiando, apesar das lutas, que Deus tem muitas bençãos para você. Perseveremos na espera das promessas sabendo que Deus é fiel para cumpri-las. 

3. Mantemos a motivação em alta quando nos dispomos a enfrentar os desafios que nos separam das promessas.
Calebe olhou para as promessas e confiou no Deus que o capacitaria vencer todos os desafios para herdar a Terra Prometida. Um desses desafios era conquistar o monte onde residiam os gigantes. 

Os montes eram locais privilegiados e estratégicos, pois davam uma visão ampla do horizonte além de serem mais seguros. Por essas e outras vantagens os povos mais fortes se fixavam nos lugares altos. 

Calebe confiou na promessa de Deus, de conceder a ele e a sua descendência o monte onde residiam os gigantes e se dispôs a lutar por isso, mesmo sabendo que na região residiam os povos mais poderosos. (Josué 14.12) 

Todos nós temos muitos desafios que tentam nos separar das promessas de Deus. Mas também, temos da parte do Senhor a maravilhosa promessa de que ele estará conosco em toda e qualquer situação e nada poderá nos separar do seu amor. 

Vença os desafios que o impedem de desfrutar de uma comunhão maior e melhor com o nosso Salvador. Assim, você vai se manter motivado para atingir novos desafios. 

-----------------------------------------
Josimar Gabriel da Rocha é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se Bacharel em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1993 Foi ordenado pastor em 1995. Trabalhou como missionário no Rio Grande do Sul como plantador da Igreja de Alegrete, RS.
Tecnologia do Blogger.