Sociais

Obra de Deus


Rev. Danilo Campos

Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé - 2 Timóteo 4:7

Em 12 de fevereiro de 2005 a freira Dorothy Stang, a caminho do projeto “Esperança”, levou seis tiros à queima-roupa, fato lamentável que foi amplamente divulgado na mídia e sensibilizou a muitos no Brasil e no exterior.

Essa senhora já de muita idade teve uma carreira, uma missão junto aos menos favorecidos, o próprio projeto como já mencionado tinha o nome “Esperança”. Certamente ela cumpriu a tarefa a qual se propôs, mesmo sendo interrompida de maneira tão cruel.

Fico pensando: o que leva uma pessoa a dedicar-se a uma obra como essa durante trinta anos de sua vida? E nós, a qual obra temos nos dedicado? Qual tem sido a nossa disposição em relação a ela? 


Creio que na obra de Deus o nosso desafio, em primeiro lugar, é combater o bom combate. Foi isso que o apóstolo Paulo afirmou já próximo de seu martírio.

Mas o que seria o "bom combate"? Bom combate é aquele que possui legitimidade, ou seja que é correto e possui bons motivos, que tem um sentido. Se há um “bom combate” deve existir um “mal combate”, correto? Sim existe também muitos combates que são ruins, ou seja não possuem a motivação correta, promovem o mal e despertam até a ira de Deus. Existe também a falta de combate, que é quando uma pessoa vive sem propósitos.

Mas esse não era o caso de Paulo. Ele tinha uma missão. É verdade que também passava por lutas, sofrimentos, privações, dissabores, mas seguiu firme até o fim porque entendia que isso fazia parte da obra de Deus e os motivos pelos quais ele lutava eram infinitamente maiores do que outros meramente terreno.

Paulo era instrumento para levar a mensagem de salvação e vida eterna. Foi ele um dos responsáveis pelo Evangelho ter chego até nós.

E nós, quantos combates temos? Quantos deles temos vencido? É certo que temos muitos, que vencemos muitos deles também, mas não esqueçamos que sobre todos os nossos combates a obra do Senhor dever estar em primeiro plano,  pois este é o "bom combate" e apresenta o maior sentido dentre todos. As Sagradas Escrituras nos dizem: “Buscai em primeiro o reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas". (Mateus 6. 33).

Em segundo lugar, na obra de Deus nosso desafio é completar a carreira. Pouco antes do martírio, de morrer pelo bom combate, Paulo afirma já ter completado a sua carreira. Mas o que significa completar a carreira? Significa perseverar até o fim, não interrompê-la, mas a encerrar antes do tempo total.

Quantas coisas nós começamos e não concluímos, não chegamos até o fim? Eu espero que poucas porque a própria palavra de Deus nos diz que em Cristo Jesus somos mais que vencedores. Precisamos perseverar até o fim, sempre que for um bom combate.

O Senhor diz o seguinte: “Sê (seja) fiel até a morte, dar-te-ei a coroa da vida”. (Apocalipse 2. 10) Paulo fez exatamente isso. Foi fiel ao Senhor, sendo morto por sua causa, completando a carreira e alcançando a coroa da vida. Precisamos dessa mesma perseverança do Apóstolo, precisamos completar a carreira cristã, a qual nos é proposta pelo próprio Deus.

Em terceiro lugar, na obra de Deus, nosso desafio é guardar a fé. Esta expressão parece um tanto enigmática, mas seu significado é bem objetivo. Guardar a fé é preservar o que se acredita integralmente, ou seja, é manter puro o evangelho que foi pregado sem deturpações, sem mudanças, intacto.

Foi isso também que Paulo fez, preservou a mensagem de salvação inalterada, pura para entregá-la aos que ainda não conheciam a Deus. Para que façamos o mesmo é necessário que estejamos constantemente aprendendo a interpretar e a aplicar o que a palavra de Deus nos diz.

A interpretação da Bíblia é algo que depende da iluminação do Espírito Santo de Deus, não é dada a estudiosos e a meros curiosos, mas sim àqueles a que Deus escolheu e iluminou. Por isso antes de entendermos as Sagradas Escrituras é preciso de oração, comunhão com o Senhor e certamente ele dará o entendimento necessário para compreendermos seu recado bendito e santo.

E que Deus nos ajude a dizer lá no finalzinho de nossa vida: combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé.

--------------------------------------------------
Danilo Cassemiro de Campos é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2010. Ordenado em 2011. Bacharel em Design (Projeto do Produto) pela Faculdade Asseta de Tatuí (2008), além de Técnico em Processamento de Dados e Hardware (1998 e 2002). É fundador e editor do site www.maravilhosagraca.org
Google Plus