Sociais

O que nunca devemos esquecer


Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho - 2 Timóteo 2:8

Não é interessante a nossa dificuldade de lembrar justamente aquilo que não poderíamos esquecer? Por essa razão se faz necessária a recomendação de Paulo a Timóteo, do que nunca devemos esquecer.


Não devemos esquecer quem é Jesus. 
“Lembra-te de Jesus Cristo”, afirma Paulo. O Antigo Testamento é rico de ilustrações que demonstram o perigo do esquecimento. Toda vez que Deus realizava uma grande e maravilhosa atuação na vida do povo, para que o mesmo não se esquecesse, era ordenada a construção de um marco a fim de contar para as gerações futuras aquele ato salvífico.

Mas como Timóteo poderia se esquecer de Jesus?

Parece uma pergunta sem sentido, todavia todos nós corremos esse risco. Nós nos esquecemos de Jesus todas as vezes que agimos de acordo com nossa própria vontade e não fazemos aquilo que Deus deseja. Por essa razão, Paulo, direciona a memória de Timóteo para o verdadeiro ensino sobre quem é Jesus. 

Quem é Jesus pra você? Você realmente acredita no que Ele pode fazer por você?

Lembrar-se da sua historia
Cristo deve ser lembrado especialmente como o que “ressuscitou dos mortos”, que é da “descendência de Davi”.

A primeira expressão nos ensina a respeito da divindade de Jesus, pois ele foi declarado Filho de Deus poderoso pela ressurreição do mortos, ele morreu pelos nossos pecados.

Já o termo "descendência de Davi" aponta para um vínculo histórico que foi prometido desde o Antigo Testamento. Indica que Jesus estabeleceu seu reino como o grande herdeiro do rei Davi.

Por fim, as duas expressões representam a natureza divina e terrena de Jesus. A sua humilhação assumindo a forma humana e a sua exaltação. 

Temos que lembrar constantemente de toda a historia de amor de Jesus por nós e o preço que ele pagou por nossos pecados. A lembrança de Jesus nos ajuda a continuar firmes na caminhada apesar das lutas e sofrimentos.

Lembrar-se da aplicação prática deste evangelho.
Timóteo deveria lembrar não de um Cristo morto, mas de um Cristo vivo. A morte foi necessária para pagar o preço da salvação, mas sobre todos os aspectos, Ele não está mais morto, e sim vivo! A morte foi derrotada!

Portanto lembrar-se da vitória de Cristo é lembrar que esse mundo, por mais terrível que seja, está dominado.

Isso deveria ser uma aplicação bem prática na vida de Timóteo. Em suas lutas, deveria lembrar que Jesus venceu o pior de todos os inimigos, então, não haveria inimigo que ele, com Jesus, não pudesse derrotar também.

Quando você achar que não é possível vencer, olhe para Jesus e se lembre de sua ressurreição, creia no poder sobrenatural do evangelho, creia que em todas as coisas somos mais que vencedores por Jesus.

Vale a pena investir no Reino de Deus. Mesmo que, aparentemente, não consiga ver os resultados, confie que Deus pode realizar algo tremendo em sua vida. Creia que o evangelho é o poder de Deus que pode renovar todas as coisas.

Para pensar
O que você precisa lembrar?
O que você precisa esquecer?
O que tem inquietado o seu coração?
Você já experimentou acreditar no sobrenatural de Deus em sua vida?

-----------------------------------------
Josimar Gabriel da Rocha é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se Bacharel em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1993 Foi ordenado pastor em 1995. Trabalhou como missionário no Rio Grande do Sul como plantador da Igreja de Alegrete, RS.
Google Plus