Coragem para vencer desafios


Rev. Josimar Rocha

I Reis 17.1 a 9

Como ter coragem para vencer os desafios que se apresentam a nós cada dia? Israel vivia um período histórico marcado pela apostasia, o afastamento generalizado do povo de Deus. O rei Acabe e sua esposa Jezabel implantaram o culto a Baal (o falso deus da fertilidade) e tentaram exterminar toda e qualquer lembrança do Deus verdadeiro.

Mas Senhor nunca deixou seu povo sem testemunhas fiéis, e por essa razão, foi levantado o profeta Elias com a incumbência de anunciar o veredito e o juízo de Deus ao rei infiel.

A missão de Elias foi extremamente difícil, pois o rei já havia matado muitos profetas de Deus. Agora Elias deveria se apresentar sozinho diante do monarca. Como não temer tal situação? Onde residia a força de Elias para não fugir de tamanho desafio? 


A força de Elias estava em uma vida de oração. 
O decreto de Elias era “... nem orvalho nem chuva haverá nestes anos” ( I Reis 17.1) O que chama a nossa atenção neste fato é que as orações de Elias começaram seis meses antes do confronto com o rei Acabe.

Chegamos a essa conclusão comparando o registro do final da seca registrado em I Reis 18.1 com os textos do Novo testamento que registram o poder da oração. Tiago (5.17) afirma que "Elias orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra e, por três anos e seis messes, não choveu”. Já em Lucas 4.25, Jesus nos informa que no tempo de Elias céu se fechou, por três anos e seis meses.

Todas essas informações apontam que a oração de Elias começou antes do encontro com o rei. Ou seja, já faziam seis messes de seca quando o profeta se apresentou a Acabe para anunciar que não iria chover por mais três anos.

Elias permaneceu imperturbável na presença do poderoso monarca porque havia se ajoelhado antes humildemente diante de Deus. E ele o fez com “instância” derramando o seu coração diante do Senhor.

Para permanecer em pé diante dos homens precisamos ficar de joelhos diante de Deus esse é o segredo da força de Elias.

A força de Elias estava em seu conhecimento de quem é Deus.
“Tão certo como vive o Senhor Deus de Israel”. Essa declaração é destinada ao rei Acabe que tinha tentado acabar com toda e qualquer evidência da existência do Deus verdadeiro. Mas para o profeta Elias a existência de Deus era real e verdadeira, pois o seu nome significa "Só Jeová é Deus."

A força de Elias está no seu conhecimento de quem é Deus. Ele tem consciência do poder de seu Deus, que é o Todo Poderoso.

Quando você estiver diante de um grande desafio em sua vida lembre-se de quem é o Deus a quem você serve. Só o conhecimento de Deus pode acalmar o nosso coração nesta hora. Você conhece o Deus verdadeiro?

A força de Elias estava na consciência da presença de Deus
A frase “... perante cuja a face estou....” revela que o profeta Elias tinha não só o conhecimento de Deus mas também a certeza da presença dEle em seu viver diário.

A presença de Deus é o motivo pelo qual Elias não temeu Acabe. Ele sabe que está diante de alguém muito mais poderoso do que o rei. Foi essa certeza que fez os homens de Deus do passado como Elias, Daniel Davi, Paulo e muitos outros vencerem grandes desafios. 

Como você reagiria se tivesse a consciência da presença de Deus em todos os momentos de sua vida? A Bíblia nos fala que Deus nos conhece e sabe de todas as coisas, como nos mostra o Salmo 139. Você tem andado diante da presença de Deus?

A força de Elias estava na obediência a Deus. 
“Veio a palavra do Senhor dizendo: Retira-te daqui..”. A ordem recebida de Deus foi para que Elias saísse do território de Israel, não como medida de proteção contra aquilo que o rei Acabe poderia fazer com o profeta, mas como ato de punição a desobediência do povo. Elias obedeceu e seguiu todas as orientações do Senhor.

Diante dos desafios de nossa vida, sem dúvida encontramos coragem e força quando obedecemos a Deus. A Bíblia nos transmite sua vontade de maneira clara e objetiva. Você tem obedecido ao Senhor?

-----------------------------------------
Josimar Gabriel da Rocha é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se Bacharel em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1993 Foi ordenado pastor em 1995. Trabalhou como missionário no Rio Grande do Sul como plantador da Igreja de Alegrete, RS.
Tecnologia do Blogger.