Família, um lugar de graça


Colossenses 3.12 a 17

Família, um lugar de graça - apesar deste ideal, temos hoje muitos lares que não têm experimentado esta realidade. Famílias que têm sido palco de muitas coisas, mas não são um lugar de graça. Na verdade, se for apenas pelos nossos esforços não conseguiremos realizar essa tarefa. Necessitamos, antes de qualquer coisa, que Jesus reine em nosso coração e governe a nossa vida. 


Em Colossenses 3.12 a 17 o apóstolo Paulo apresenta as bases da convivência harmoniosa que ele trata em seguida, no relacionamento entre marido e mulher (3.18 e 19) e relacionamento entre pais e filhos (3.20 e 21). Ou seja, para viver harmoniosamente em família, é necessário considerar as realidades descritas nos versos 12 a 17. 

Analisemos então estes versículos à luz da pergunta: como podemos tornar a família um lugar de graça?

1. Podemos tornar a família um lugar de graça desenvolvendo características interiores (vs 12) 
Paulo começa a sua argumentação dizendo que se fomos transformado em discípulos de Cristo aceitando Jesus como Senhor e Salvador de nossa vida, temos que viver como discípulos! Em seguida o apóstolo lista as virtudes que precisam fazer parte da nosso interior. 

Portanto, como povo escolhido de Deus, santos e amado, revistam-se de:

a) Uma profunda compaixãoque é o desejo de acolher o outro em sua limitação; 
b) Bondade - desejo de atribuir algo ao outro, é pensar no bem do outro; 
c) Humildade -  desejo interior de não considerar-se superior ao outro; 
d) Mansidão - decisão interior, de sob pressão, falar e agir com gentileza; 
e) Paciência - exercício interior na direção do longo-ânimo e perseverança. 

Quando estas características estão presentes em nossa vida interior é possível tornar a família, o trabalho ou qualquer outro lugar de convívio em um lugar de graça.

2. Podemos tornar a família um lugar de graça desenvolvendo atitudes exteriores (vs 13) 
Paulo agora apresenta algumas atitudes necessárias para que cada um possa colaborar com o processo de harmonia no dia-a-dia:

a) Suporte mútuo - “suportem-se uma aos outros” - é o conceito de apoiar, sustentar, amparar. Numa relação um precisa apoiar e sustentar outro; 
b) Perdão mútuo - significa tomar a decisão de liberar perdão e cancelar a dívida. É uma atitude, não se limita a um sentimento. É lembrar da ofensa sem sentir dor e o padrão a ser buscado é de acordo com o exemplo de Jesus, que nos perdoou de forma incondicional. 
c) Amor - que é uma decisão de atribuir valor.  Tome como exemplo o que Jesus fez. Ele veio a este mundo porque queria atribuir valor à sua vida e tornar você um discípulo Dele. 

O resultado prático de se desenvolver essas características internas e atitudes externas é que vamos viver em paz - “que a paz de Cristo seja o Juiz em seu coração, visto que foram chamados para viver em paz” (vs 15) - em outras palavras, o nosso estilo de vida vai ser aprovado por Deus, uma vez que, vamos fazer a sua vontade e não a nossa. 

3. Como podemos viver desta forma?
A resposta está no versículo 16:

Colossenses 3:16
Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração.

a) Você vive de acordo com a vontade divina quando a Palavra de Deus faz morada no seu coração. Isso ocorre através do ensino formal ou informal.

b) Você vive de acordo com a vontade divina quando seus relacionamentos o aproximam de Deus. Isto ocorre quando aconselhamos uns aos outros, exortando um irmão que está errando, motivando um que está caído ou ainda uma palavra de incentivo. 

c) Você vive de acordo com a vontade divina quando sua vida é um culto de louvor e gratidão a Deus. Louvar, agradecer, reconhecer o mover de Deus em nossas vidas não se limita ao tempo que passamos na igreja - é um estilo de vida. 

Conclusão: “e tudo que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do senhor Jesus, dando por ele graça a Deus pai” vs .17

Para pensar 
Como vai sua família? 
Das características internas, qual você tem mais dificuldade de colocar em prática na sua vida?
Das atitudes externas qual é mais difícil de obedecer?
A palavra de Deus tem habitado em seu coração?

-----------------------------------------
Josimar Gabriel da Rocha é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formou-se Bacharel em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 1993 Foi ordenado pastor em 1995. Trabalhou como missionário no Rio Grande do Sul como plantador da Igreja de Alegrete, RS.
Tecnologia do Blogger.