Informação não gera transformação


Tu, porém, Daniel, encerra as palavras e sela o livro, até ao tempo do fim; muitos o esquadrinharão, e o saber se multiplicará - Daniel 12.4

Já foi dito: “Os jornais não deveriam ter periodicidade certa, para que fossem impressos quando tivessem algo importante a dizer”. É lamentável, pois a realidade não é assim, jornais e revistas saem todos os dias, gerando empregos para os jornalistas e negócios para os anunciantes. Assim funciona a indústria da mercadoria-informação.

Mas o que faremos com esta avalanche de informações que podemos ter e que procuram nos manter sempre por dentro das últimas notícias? Será que obtendo e retendo as últimas informações seremos melhores? Será que conseguiremos atingir o sucesso? Será que nossa relação com Deus se aprofundará?


Creio que estas “multiplicações do saber” nos tornam ignorantes, pois as excessivas informações atrapalham o nosso crescimento espiritual, além de ser cansativo. O rei Salomão já alertou-nos quando escreveu: “...não há limites para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne” (Eclesiastes 12.12).

O Profeta Daniel já disse que o saber se multiplicaria, isto é, a informação. Mas nem toda a informação traz a correta formação do ser humano. Pode antes, nos trazer uma verdadeira alienação do que é realmente fundamental para a vida, tornando-nos apáticos e superficiais em nossos relacionamentos.

Não devemos querer saber “tudo” o que existe. Não devemos comprar todo e qualquer livro para obtermos mais uma informação que julgamos essencial à vida. Não devemos negligenciar o verdadeiro conhecimento, antes, devemos investir o nosso tempo no que é verdadeiro. Devemos assumir que não saberemos e reteremos toda a informação disponível.

Não sou contra o conhecer as coisas, sou contra esse mercado consumista que diz que seremos felizes, que alcançaremos o sucesso... se nos informarmos mais, se obtermos essa ou aquela informação. E tudo isso a um “preço pequeno”. Será que é um preço pequeno? Será?

Amados e amadas de Deus busquemos a nossa formação em Deus através de Cristo na Sua Palavra. Deixemos as muitas informações que no final nos deforma do projeto de Deus para o ser humano. Busquemos a Deus e o Seu Reino para a nossa formação de cidadãos que fazem parte do Reino neste mundo.

-----------------------------------------
Gilberto Bueno Filho, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2001. Pós-Graduação em Ética, Cidadania e Subjetividade pela Escola Superior de Teologia em 2007. É fundador e editor do blog familiafariabueno.
Tecnologia do Blogger.