As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Hino 107 - Ao pé da Cruz


Quero estar ao pé da cruz,
Que tão rica fonte
Corre franca, salutar,
De Sião no monte.

Sim, na cruz, sim, na cruz
Sempre me glorio!
E por fim descansarei
Salvo além do rio.

A tremer ao pé da cruz,
Graça, amor achou-me;
Matutina estrela, ali,
Raios seus mandou-me.

Desta cruz desejo aqui
Sempre recordar-me;
Dela à sombra, Salvador,
Queiras abrigar-me!

Junto à cruz ardendo em fé,
Sem temor vigio;
Firme, até a Pátria ver,
Santa, além do rio.

Comentários