Casal rebelde e ousado



Confesso que relutei em escrever esse artigo, mas criei coragem e resolvi expor a você, pois fui cúmplice de um ato não muito comum hoje em dia. Ainda estou com dificuldade, pois não tenho palavras para descrever tamanha situação que não somente eu, mas todos os que estavam ali puderam ver com seus próprios olhos em plena luz do dia.

Na verdade, apesar da primeira reação e sensação, tive uma enorme satisfação e alegria, pois estava ansioso por vivenciar aquele momento entre um homem e uma mulher, pois seria a minha primeira vez que estaria presente a contemplar uma celebração de amor de um casal.


Casal esse que, sem vergonha e pudor, transpirava e demonstrava amor, fosse no olhar, fosse no toque... E sem haver nenhuma censura por parte dos adultos que ali estavam permitiram que algumas crianças, adolescentes e jovens testemunhassem esse momento.

Como pastor, coube a mim, falar àquele casal rebelde e aos que ali estavam a contemplar, em plena luz do dia, o que esse homem e mulher estavam celebrando. Assim, repreendi o casal rebelde. Disse que o que estavam fazendo era muito “perigoso” para a nossa sociedade e família.

Eles estavam fora da moda. Perigosos sim! Por apesar da idade insistiam em demonstrar carinho, afeto, respeito, estima, cuidado para com seu parceiro. Fora de moda sim! Pois o que estavam fazendo, nos dias de hoje, não tem seguidores.

Antes que você continue a pensar besteira, deixe-me esclarecer a situação. Esse casal rebelde chama-se João e Cléa. Estive celebrando com eles suas bodas de vinho, 70 anos de casados. Diante de uma sociedade tão descartável em seus relacionamentos foi muito bom vê-los refletindo a essência do verdadeiro amor conjugal – respeito, carinho e compromisso.

Diferentemente de Paul McCartney e Nancy Shevell, ela sua terceira esposa, anseio que outros casais, verdadeiramente rebeldes e fora de moda surjam ao longo das gerações para inspirarem futuros cônjuges nesta caminhada a dois.

Parabéns Tios João e Cléa! Obrigado por permitir-me presenciar e celebrar esse amor de vocês. Deus continue a abençoá-los.

-----------------------------------------
Gilberto Bueno Filho, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2001. Pós-Graduação em Ética, Cidadania e Subjetividade pela Escola Superior de Teologia em 2007. É fundador e editor do blog familiafariabueno.
Tecnologia do Blogger.