Mostre sua língua


“O teu modo de falar o denuncia” – Mateus 26.73.

“Deixe-me ver a sua língua”. É um das primeiras coisas que um médico diz quando examina um paciente. E sendo um bom médico poderá fazer um diagnóstico ou mesmo detectar alguma anormalidade e enfermidade apenas olhando a boca da pessoa.

Quando se trata da saúde espiritual isso é ainda mais verdadeiro. O jeito das palavras pronunciadas revelam o que se passa no seu interior, pois Jesus disse que “a boca fala do que está cheio o coração” (Mt 12.34).


Pedro, discípulo de Jesus, na noite em que seu mestre fora preso, cometeu o “erro” de abrir a boca e algumas pessoas que estavam por perto reconheceram seu sotaque e disseram: “Verdadeiramente és também um deles, porque o teu modo de falar o denuncia” (Mt 26.73). Embora tentando negar tal acusação, sua maneira de falar revelava quem ele era na realidade.

Nosso falar revela muito sobre nós. Nosso sotaque indica nosso país ou região de origem. Nossas palavras mostram se somos educados, refinados, civilizados, temperantes... ou a falta dessas qualidades. Os assuntos que gostamos de discutir apontam nossos principais interesses na vida, pois falamos sobre coisas que amamos e estão presentes em nosso coração.

Nossa conversação revela ainda nosso destino, pois aqueles que estão a caminho da pátria celestial falam a linguagem do Reino, da graça, da esperança, do perdão, do amor, da justiça e do juízo de Deus, enquanto os que se encontram no caminho largo, caminho da perdição pronunciam palavras que geram a morte, a destruição e a dor.

“Que a vida espelhe o que a boca diz, tal qual o sol nos mostra que é dia, é o que espera todo o coração... Que a boca fale o que é a vida não só quando há euforia, mas, sempre, em toda a situação para que vejam real a fé. E vendo queiram ter igual alegria dos que em Cristo têm salvação” (Sergio Pimenta, músico e compositor). Lembremo-nos que as palavras proferidas em nossa boca revelam muito do que está cheio o nosso coração.

-----------------------------------------
Gilberto Bueno Filho, é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil. Formado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul em 2001. Pós-Graduação em Ética, Cidadania e Subjetividade pela Escola Superior de Teologia em 2007. É fundador e editor do blog familiafariabueno.
Tecnologia do Blogger.