Vocação

Uma palavra de incentivo
Fato memorável! Era o dia 29 de novembro de 1952. Acontecia. Era a ocasião da minha formatura na Faculdade Teológica da Igreja Presbiteriana do Brasil, depois denominada Seminário Presbiteriano do Sul. Popularmente, era o nosso inesquecível "Seminário de Campinas", famosa e tradicional "casa de profetas". 

Formava-se nova turma. Eram 15 formandos. Lembro-me, ainda, de um "pequeno grande" detalhe, pela sua significação que registro, sem falsa modéstia, para mim inesperado, porque nunca passei de mediano estudante. Ao me entregar o diploma, o nosso ilustrado paraninfo, o mestre Kerr, abraçou-me, comovido, sussurrando-me ao ouvido estas palavras: 

-"O senhor me causou profunda impressão. Deus abençoe o seu ministério!" 

Foi para mim, se posso dizer, agarrar com as duas mãos trêmulas a "capa de Elias". E da maneira como tenho sido abençoado neste ministério agradável e sofrido, ao longo de 44 anos, confirmam-se aqueles votos pronunciados e recebidos pelo impulso do coração. 

(Extraído do livro “Os meus dias” – Rev. Lázaro Lopes de Arruda, 1997.)
Tecnologia do Blogger.