No controle


Leitura Bíblica: I Coríntios 6.19-20
Tu me fizeste conhecer os caminhos da vida e me encherás de alegria na tua presença (At 2.28).

Paulo faz, em nosso texto base, uma afirmação em forma de pergunta. Ele diz que não somos de nós mesmo. Deus é dono de nossas vidas. Ele dirige nossos caminhos. Deus está no controle. 

Paul David Tripp diz: “Pense em quão poucas coisas em sua vida estão realmente debaixo do seu controle”. 

Ele lembra que não escolhemos onde nascemos, quando nascemos, a família em que nascemos, o período da história que nascemos. 

Tudo isso influenciou grandemente a rota de nossa vida. Estas e muitas outras coisas que afetam diretamente a nossa vida não tem nada a ver com nosso controle. Pelo contrário, acontecem porque não estamos no controle.

Tripp chama a nossa atenção dizendo: 

“Nós todos precisamos ser humilhados pelo vasto número de coisas que impactaram a nossa vida, sobre as quais não exercemos nenhum poder de decisão ou controle. 

Uma das ilusões mais perigosas para cada um de nós é a ilusão da nossa própria soberania. E um dos ídolos mais perigosos é o ídolo do controle. 

Se gastamos os nossos dias tentando estabelecer a nossa soberania e controle, então ainda não aprendemos a descansar no controle do Senhor”.

Paulo diz que nosso corpo é morada de Deus e pertence a Deus, por isso nossas atitudes devem glorificar a Deus. 

Ele disse: “Fostes comprados por preço, não sois de vós mesmos, glorificai a Deus no vosso corpo” (1Co 6.20). 

Nós pertencemos a Deus e devemos viver em comunhão com ele através da oração. No lugar de tentar exercer controle, devemos descansar no governo de Deus e nos comprometer com a sua glória. 

Veja esta oração de Agostinho em seu livro Confissões: “Concede-me o que me ordenas e ordena-me o que quiseres”. Ele demonstra sua piedade e vontade de viver conforme a orientação de Deus.

O controle de Deus é o caminho da felicidade.

Comentários