As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Hino 189 - Jerusalém Celeste


Jerusalém celeste, de fúlgido esplendor.
És vívida esperança da Igreja do Senhor!
Teus muros fulgurantes avisto pela fé,
E ansioso em alcançar-te mantenho-me de pé!

É Deus quem te ilumina, perene é tua luz;
Refletes, incessante, a glória de Jesus.
Que alegre canto inspiras, oh divinal mansão,
Saber que és alvo eterno da peregrinação.

Cidade radiosa, sem noite, morte ou mal,
Que neste pobre mundo atinge o que é mortal.
Exulta, ó alma crente, eis teu glorioso lar,
Que Cristo, redivivo, no céu foi preparar.

Comentários