Hino 187 - Cidade Celestial


Tenho lido da bela cidade,
Situada no reino de Deus,
Com seus muros de jaspe luzente,
Juncada com áureos troféus!
Lá no meio da praça está o rio
Da vida e vigor eternal,
Mas metade da glória celeste

Jamais se contou ao mortal!
Jamais se contou ao mortal,
Jamais se contou ao mortal!
Metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal!

Tenho lido dos belos palácios
Que Jesus foi no céu preparar,
Onde os crentes, fiéis, mui felizes,
Irão para sempre habitar;
Nem tristeza, nem dor, nem velhice
Atingem a mansão eternal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal!

Tenho lido das vestes brilhantes,
Das coroas que os salvos terão,
Quando o Pai os chamar, proclamando:
“Tereis eternal galardão.”
Tenho lido que os santos na glória
Pisam ruas de ouro e cristal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal!

Tenho lido da história bendita
De Jesus, o fiel Redentor,
Que por nós padeceu no Calvário
E aceita o mais vil pecador.
Tenho lido do sangue vertido
Que a todos redime do mal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal!

Comentários