Hino 153 - Amparo Divino


Com tua mão segura bem a minha,
Pois eu tão frágil sou, ó Salvador,
Que não me atrevo a dar jamais um passo
Sem teu amparo, Cristo, meu Senhor!

Com tua mão segura bem a minha,
E meu caminho, alegre, seguirei!
Mesmo onde as sombras caem mais escuras,
Teu rosto vendo, nada temerei.

E no momento de transpor o rio
Que Tu, por mim, vieste atravessar,
Com tua mão segura bem a minha,
E sobre a morte eu hei de triunfar.

Quando voltares lá dos céus descendo,
Segura bem a minha mão, Senhor!
E, meu Jesus, conduze-me contigo
Para onde eu goze teu eterno amor. Amém.

Comentários