Se não tiver amor...


Se não tiver amor, nada serei (1 Co 13.2b). 

Um texto de autor desconhecido diz: 

“A inteligência sem amor te faz perverso. 
A justiça sem amor faz você implacável. 
A diplomacia sem amor faz você hipócrita. 
O êxito sem amor faz você arrogante. 
A riqueza sem amor faz você avaro. 
A docilidade sem amor, faz você servil. 
A pobreza sem amor faz você orgulhoso. 
A beleza sem amor faz você fútil. 
A autoridade sem amor faz você tirano. 
O trabalho sem amor faz você escravo. 
A simplicidade sem amor deprecia você. 
A oração sem amor faz você introvertido e sem propósito. 
A lei sem amor escraviza você.
A política sem amor deixa você egoísta. 
A fé sem amor deixa você fanático. 
A cruz sem amor se converte em tortura. 
A vida sem amor não tem sentido”. 

O mais importante é o amor. Este é o ensinamento de l Coríntios 13. Sem amor nossa vida é barulho. Nossas atitudes incômodo. Mesmo que eu pareça ser alguém, sem amor, nada serei. 

A vida sem amor realmente não tem sentido. É o amor que dá sabor à vida. Dá sentido às nossas ações.

Como podemos amar? Como viver em amor? Aprendemos a amar com Deus, porque ele é amor. Ao contemplar as ações de Deus, vemos o seu amor. Tudo o que ele fez nos ensina como amar. 

Como amar? Basta imitarmos as atitudes de Deus. Paulo, em Efésios 5.1-2, disse: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave”. 

Nossas atitudes devem ser feitas na presença de Deus. Isso quer dizer que antes de fazer qualquer coisa, devemos lembrar que estamos diante de Deus e devemos agradá-lo. 

Desta forma, tudo que fizermos será uma atitude de gratidão, uma expressão do nosso coração, feita por amor e em amor. 

A vida sem amor não tem sentido. Deus é amor, a vida sem Deus não tem sentido. Vivemos em amor quando vivemos com Deus, em sua presença, para a glória dele. 

Siga o mestre. 

Comentários