A obra do Espírito Santo (2)



Na meditação anterior abordamos algumas das obras realizadas pelo Espírito Santo, tanto na igreja quanto na criação. Vimos que a concessão de vida, de poder para o serviço e purificação são atividades realizadas pelo Espírito. Na presente reflexão mencionaremos outras obras da terceira pessoa da Trindade. 

São elas:

1. Ele revela aos escritores
Todo o AT veio à tona porque homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo (2 Pe 1.21). Os apóstolos, igualmente, registraram as palavras sobre a direção do Espírito, cumprindo aquilo que Cristo havia predito a respeito de sua atividade. 

Isto é, que o Espírito os guiaria a toda verdade (Jo 16.13). Finalmente, outros, também cheios do Espírito, falaram ou entoaram cânticos que vieram a se tornar parte da Bíblia, como Isabel (Lc 1.41), Zacarias (1.67) e Simeão (Lc 2.25). Sem a ação do Espírito, não haveria capacitação para o registro da vontade de Deus.

2. Ele evidencia a presença de Deus
Um dos objetivos do Espírito Santo é manifestar a presença de Deus. Ele desceu na forma de pomba sobre Cristo no batismo (Jo 1.32), veio como um vento impetuoso e línguas de fogo sobre os discípulos no Pentecostes (At 2.2-3). 

Na vida dos crentes, ele confirma em nosso interior que somos filhos de Deus (Rm 8.16), garante nossa comunhão com Deus no céu (2 Co 1.22; 5.5) e revela seus desejos para que possamos andar conforme sua vontade (Rm 8.4-16). 

De tempos em tempos, sinais são operados para que fique clara a presença de Deus na pregação do evangelho (Hb 2.4; 1 Co 2.4; Rm 15.19). Todas essas obras, portanto, evidenciam a presença de Deus por meio da atividade do Espírito Santo.

3. Ele guia e dirige o povo de Deus
Há inúmeros exemplos disso em toda a Escritura. Neemias o reconhece, ao afirmar: “E lhes concedeste o teu bom Espírito, para os ensinar” (Ne 9.20). Foi ele o responsável por dirigir Jesus a fim de ser tentado para demonstrar o poder de Cristo sobre Satanás (Mt 4.1; Lc 4.1). Em outros textos podemos verificar que o Espírito Santo deu palavras de direção para o povo. 

Um exemplo foi no caso de Filipe, instruído a aproximar-se de um carro a fim de evangelizar um eunuco (At 8.29). Esses textos são apenas exemplos da atuação constante do Espírito sobre o povo, a fim de que ele percorra o caminho estabelecido por Deus.

Tecnologia do Blogger.