Hino 97 - Súplica do redimido



1. Meu pecado resgatado
Foi na cruz, por teu amor!
E da morte - triste sorte!
Me livraste, ó Redentor! 


     Cristo, inflama viva chama 

     Em meu peito, ó Salvador!
     Pois te adora quem te implora:
     Vem guiar-me, bom Senhor!

2. Se hesitante, vacilante,
Ouço a voz do tentador,
Tu me guias, me auxilias,
E me tornas vencedor.

3. Redimida, só tem vida
A minha alma em teu amor!
Com apreço reconheço
Quanto devo a ti, Senhor.


Informações
Letra: Guilherme Luiz dos Santos Ferreira, 1898
Música: Ira David Sankey, 1840 - 1908

História
Ira David Sankey é o nome do compositor deste hino. Nascido em Endimburgo, na Pennsylvania, em 1840, filiou-se à Igreja Metodista Episcopal aos dezessete anos. Em sua mocidade era famoso por viver sempre com um livro de hinos, cantando em todas as possíveis ocasiões. Incentivado pelo cantor Philip Phillips, liderou o canto de hinos em diversas convenções de Escolas Dominicais. 

A partir de sua associação com o grande pregador Dwight L. Moody, um dos maiores evangelistas de todos os tempos, tornou-se conhecido e apreciado em toda a Inglaterra e Estados Unidos. Cantava durante as campanhas com sua voz extraordinária e comovente. O próprio Moody atribuiu grande parte de êxitos de seu trabalho ao canto de Sankey. 

Na verdade o testemunho deste cantor tem muito a nos ensinar: "Antes de cantar eu preciso sentir; e o hino deve ser de tal qualidade que eu saiba que posso comunicar a cada coração que me ouve todo o meu sentimento." 

Compilou diversos hinários e coletâneas de canções religiosas de grande alcance e influência: "Sacred Songs and Solos" (1875), "Gospel Hymns" (1875) e, em 1905 preparou um livro sobre sua vida e a história dos hinos, cujo manuscrito se perdeu num incêndio. 

Como já estava cego, ditou o livro a um copista. Compositor, deixou diversos trabalhos, treze dos quais incluímos neste hinário. Faleceu em 1908.

Tecnologia do Blogger.