Hino 19 - Rei sublime



1. Ó Rei sublime em majestade e glória
Sobre as milícias do celeste além,
Ouve o louvor, os hinos de vitória,
Dos que de ti recebem todo o bem!

    Vinde, ó remidos, filhos de Deus!
    Cantai louvores que alcancem os céus!

2. Dos altos céus louvor a Deus ressoa,
De gratidão ao soberando amor!
Os redimidos com fervor entoam
O nome excelso do seu Benfeitor

3. Eterno Deus, teus filhos vês prostados
Perante o brilho da superna* luz,
Pois do pecado foram resgatados,
E agora rendem glórias a Jesus!


*(superior)

Informações
Letra: Sarah Poulton Kalley, 1888
Música: Henry Smart, 1868

História
Sarah Poulton Kalley nasceu em 1825, na Inglaterra. Perdeu prematuramente sua mãe e passou a viver ora com o pai, ora com a família da mãe em Londres, onde seu tio Samuel Morley era parlamentar.

Recebeu uma educação cuidadosa e desenvolveu suas tendências artísticas para poesia e pintura. Cedo decidiu investir sua vida na causa do Evangelho, em Torquay. Durante uma viagem à Palestina, em 1852, conheceu o Dr. Robert Kalley, médico e missionário, com. quem se casou. 

Marcou a vida do casal uma viagem feita aos Estados Unidos, no ano seguinte, quando o Dr. Kalley visitou diversas famílias de refugiados da Ilha da Madeira. Em 1855 o casal chegou ao Brasil, iniciando suas atividades missionárias. 

Organizaram a Igreja Evangélica Fluminense, berço da denominação Congregacional, traduziram e produziram hinos para uso da igreja, reunidos na coleção "Salmos e Hinos" e na maioria dos hinários brasileiros ao longo da história. "Salmos e Hinos" foi usado pela primeira vez em 1861, no domingo 17 de novembro. Essa primeira edição continha cinqüenta números e trazia o seguinte título: "Psalmos e Hymnos para uso daqueles que amam a Nosso Senhor Jesus Cristo" - Efésios v. 18-20. 

O casal Kalley adotou duas crianças brasileiras que vieram a se tornar grandes colaboradores: João Gomes da Rocha e Sia Kalley. O primeiro veio a ser médico e participou ativamente da evolução dos "Salmos e Hinos" (v. p. 7). O evangelismo brasileiro deve ainda ao casal Kalley a fundação da primeira Escola Dominical, inaugurada em Petrópolis, RJ, em 19 de agosto de 1855. Após a morte do Dr. Kalley, em 1888, D. Sarah fixou residência na Inglaterra, onde faleceu em 1907. 
Tecnologia do Blogger.