As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Falta paciência


Leitura Bíblica: Salmo 37.3-7
A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas (Pv 19.11).

Li um texto atribuído a Arnaldo Jabor sobre a falta de paciência das pessoas hoje em dia. Dizia o seguinte: 

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. 

Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado... 

Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. 

Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para Deus. 

A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta. 

Pergunte para alguém, que você saiba que é ansioso demais onde ele quer chegar? Qual é a finalidade de sua vida? 

Surpreenda-se com a falta de metas, com o vazio de sua resposta. Acredito que a falta de paciência é um reflexo do vazio interior e da falta de propósito na vida. 

É um disfarce para o medo. Como alguém andando de bicicleta, enquanto está em movimento consegue manter o equilíbrio, mas se parar, pode cair se não tiver onde apoiar o pé.

Pare um pouco, respire, corra menos. 

Pergunte a você mesmo: Onde quero chegar? Qual o propósito de minha vida? Preciso realmente correr tanto? Muitos estão doentes devido ao excesso de trabalho. Muitos vivem ansiosos por alimentar tanta raiva.

Devemos nos acalmar, descansar. 

“Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros, nem com aqueles que maquinam o mal. Evite a ira e rejeite a fúria; não se irrite: isso só leva ao mal” (Sl 37.7-8). 

Não se aborreça, tenha paciência, seja com pessoas provocantes ou com problemas complicados de resolver. A impaciência, a raiva e a ira só irão complicar mais as coisas. Sejamos sábios e pacientes.

O paciente ignora as ofensas.

Comentários