As Bem-Aventuranças (7) - Os Pacificadores

Impossível?


Se podes! disse Jesus. Tudo é possível àquele que crê (Mc 9.23).

Conta-se que duas crianças estavam patinando em cima de um lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam sem preocupação. De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu na água. 

A outra criança, vendo que seu amiguinho se afogava debaixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear com todas as suas forças, conseguindo quebrá-lo e salvar seu amigo. 

Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino: Como você fez? É impossível que você tenha quebrado o gelo com essa pedra e suas mãos tão pequenas! 

Nesse instante apareceu um ancião e disse: Eu sei como ele conseguiu. Todos perguntaram: Como? O ancião respondeu: - Não havia ninguém ao redor dele para dizer que ele não poderia fazer...

Certa vez ouvi uma frase que dizia: “Não sabia que era impossível, foi lá e fez” (Jean Cocteau). Frase que se encaixa bem nesta ilustração do menino. 

Infelizmente, no lugar de ter uma imaginação positiva, muitos enxergam rapidamente em cada tarefa uma impossibilidade. Estão sempre dizendo: “Isso não vai dar certo”. 

Não quero dizer com isso que devemos ser aventureiros ou erradamente ousados, acreditando que basta ter imaginação e vontade que tudo irá se realizar. 

O que quero deixar através desta mensagem é que devemos ser mais abertos às realizações. Mais confiantes em levar adiante o que Deus tem colocado em nossas mãos para fazer. 

Devemos tomar cuidado com o pessimismo. Em qualquer tarefa, sempre poderemos ver exemplos de pessoas que tentaram e não conseguiram e pessoas que foram muito bem-sucedidas. Devemos ter uma visão realista, mas também crer que impossíveis podem se tornar possíveis. 

“Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas (Lc 1.37). “Mas ele respondeu: Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus” (Lc 18.27). Quando nossa vida está nas mãos de Deus, ele é quem determina o que é ou não impossível.

Impossível, palavra muito usada para a falta de vontade.

Comentários