Hino 316 - Os intentos de Deus

Seu navegador não suporta o elemento audio


1. Os seus intentos cumpre Deus 
No decorrer dos anos.
Ele executa o seu querer 
De acordo com seus planos. 
Eia! Aproxima-se o final! 
Bem perto o dia vem, 
Quando a glória de Deus
Há de o mundo inundar 
Como as águas cobrem o mar.

2. Desde o longínquo Norte ao Sul, 
Em todos os recantos, 
Sai a mensagem do Senhor 
Da boca dos seus santos.
Povos, nações, vinde! Atendei! 
O seu apelo ouvi, Para a glória de Deus 
Vir o mundo inundar 
Como as águas cobrem o mar.

3. Com a bandeira de Jesus, 
Avante, caminhemos. 
Seu Evangelho, a salvação, 
Ao mundo anunciemos. 
Contra o pecado e todo o mal 
Lutemos com vigor 
Para a glória de Deus 
Vir o mundo inundar
Como as águas cobrem o mar.

4. Nosso trabalho vão será 
Se Deus não for presente. 
Só ele o esforço aqui bendiz 
E é quem nutre a semente. 
Eia! Aproxima-se o final! 
Bem perto o dia vem, 
Quando a glória de Deus 
Há de o mundo inundar 
Como as águas cobrem o mar. 

Informações
Letra: Arthur Campbell Ainger, 1894
Tradução: João Wilson Faustin, 1958
Música: Martin Shaw, 1931
Arranjo: Joaquim Silvério Costa, 1987



História
O Rev. Joaquim Silvério Costa é o arranjador deste hino muito apreciado entre nós, desde sua primeira publicação no "Hinário Evangélico" (1961). 

Nascido em Nepomuceno, MG, o Rev. Joaquim estudou no "Instituto José Manoel da Conceição", onde foi aluno de Evelina Harper, missionária que incentivou muitos talento musicais. Bacharelou-se em Teologia pelo Seminário Presbiteriano de Campinas e em Canto Orfeônico pelo "Conservatório Estadual" de São Paulo em 1960. 

Regeu coros em muitas igrejas, formou conjuntos itinerantes como "Apóstolo Paulo", "Mensageiros de Cristo" e continuou o trabalho da "Caravana Evangélica Musical" do JMC, iniciado por Evelina Harper em 1939. 

Após a ida do Rev. Faustini para os Estados Unidos, assumiu a direção do Departamento de Música do JMC, dando continuidade aos Seminários de Música Sacra e os Festivais Corais. 

Participou dos trabalhos da Comissão do hinário "Novo Cântico", marcando uma presença sóbria e inteligente quer como pastor, quer como músico, trabalhou na revisão da primeira fase de preparo do hinário e ajudou muito, com sua palavra amiga e incentivadora, os responsáveis pela finalização do trabalho. 

Pastoreou diversas igrejas sendo a igreja Betel (São Paulo) seu último e mais longo pastorado, dezessete anos. O Senhor o chamou em 1989, quando atuava na "Comissão Nacional de Música Sacra da IPB" organizando Seminários de Música Sacra em diversas cidades do Brasil.

Clique aqui para ver outros hinos