Invocando o nome de Jesus para a salvação



“E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. - Atos 2.14-36

Neste sermão em Atos 2.14-36 após a descida do Espírito Santo que veio para inaugurar a Igreja do Senhor Jesus Cristo o apóstolo Pedro diz a todos que é o cumprimento da profecia de Joel 2.28-32.

Ele prega para milhares de pessoas de toda parte do mundo e estas se rendem pela ação do Espírito Santo de Deus ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

A partir de então a Igreja do Senhor, sob a orientação do Espírito Santo proclamaria o Evangelho de Jesus Cristo com poder e unção convencendo, transformando e convertendo o coração dos eleitos do Senhor.

Pedro, ao fazer este belíssimo e ungido discurso ensina o caminho para a redenção quando diz nestas três importantes lições evangelísticas que...



I - O PROFETA FALOU DA ABRANGÊNCIA DO CLAMOR... “TODO AQUELE...”.
“E, acontecerá que todo aquele...”

A mensagem do Evangelho deve ser pregada, proclamada a todos, indistintamente.

No entanto, a Palavra de Deus nos fala daqueles que serão chamados para a salvação, e, portanto, entre estes se encontra incluído aquele que estará invocando, clamando, suplicando as misericórdias infinitas de Deus.

Em Joel 1.12-13 lemos sobre o SENHOR Deus dizendo aos que foram chamados: “Convertei-vos a mim de todo o coração... Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal”.

II – O PROFETA FALOU SOBRE QUEM CLAMAR... 
“...QUE INVOCAR O NOME DO SENHOR”.
“E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor...”.

As Escrituras Sagradas nos ensinam a necessidade de se invocar o nome do Senhor para a Salvação. Vemos a primeira vez sobre isso em Gn 4.26 quando falando da linhagem santa de Sete que gera um filho chamado Enos: “daí se começou a invocar o nome do SENHOR”.

É em torno do nome do Deus Único e Verdadeiro que o ser humano é salvo, perdoado, redimido. Pedro falando sobre este nome no-lo apresenta como sendo Jesus Cristo, o Emanuel, Deus conosco.

Perante o Sinédrio em Atos 4.12 o apóstolo fala às lideranças religiosas de sua época que “não há salvação em nenhum outro nome; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” testemunhando que somente o nosso Senhor Jesus Cristo é o Salvador de todo aquele que invocar.

É por esse motivo que a igreja não tem outra mensagem de salvação, outro Evangelho a não ser proclamar a redenção, a boa-nova de grande alegria (Lc 2.10) em Cristo Jesus. Apocalipse 22.3b,4 encerra os últimos versículos das Escrituras dizendo que "Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele [Jesus Cristo]”. A salvação não está em qualquer nome, somente no nome de Jesus.

III – O PROFETA FALOU QUE COMO RESULTADO DESTE CLAMOR...
“...SERÁ SALVO”.
“E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

O resultado glorioso daquele que pela ação poderosa do Espírito Santo invocar o nome do Senhor será o da salvação.

A todos os que foram dados o privilégio de invocar o nome do SENHOR foi, também, concedida a graça de ter sido salvo.

Por isso, hoje é o tempo da oportunidade de ouvir o chamado do Senhor Jesus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 11.28).

Este é o convite salvador de Jesus.

------------------------------------
Antonio Coine é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil há 40 anos. Formado em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil - SP. Licenciado em Filosofia. Mestre em Divindade e Doutor em Ministério pelo Seminário do Canadá em Manitoba/CA. Foi missionário da Igreja Presbiteriana do Canadá, plantando e pastoreando a Dovercourt-Saint Paul’s Presbyterian Church.

Tecnologia do Blogger.