Pais, edificadores espirituais


“Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos”. (Salmos 128) 


A paternidade se constitui na coisa mais sublime na vida de um homem. Entendemos que não é fácil a missão de pai. Exige-se muita coisa acima da capacidade e habilidade de uma pessoa. 

Por isso a Palavra de Deus nos dá diretrizes e orientações seguras para sermos verdadeiros pais, embora imperfeitos.

Desenvolvendo os pontos fundamentados em Salmos 128, como entender o que é ser um Grande e Verdadeiro Pai para os dias modernos?

I – COMO AQUELES QUE EDIFICAM A VIDA ESPIRITUAL DE SEUS FILHOS
“Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos”.
Os filhos precisam de pais profundamente espirituais que lhes indiquem o caminho do SENHOR. À semelhança de Noé que construiu a arca; de Abraão que construía altares, de Jó que oferecia holocaustos em favor de seus filhos, o pai moderno, como escreve o salmista deve ser aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos. Há uma alegoria muito conhecida.

Conta-se que três operários burilavam pedras que iriam ornar uma famosa catedral. Certo visitante interrogou o primeiro:

“Que você faz amigo?” – “Ganho o meu pão de cada dia”. E na sua voz havia um quê de impertinência.

O visitante aproximando-se do segundo, perguntou-lhe: – “Qual é o seu trabalho, amigo”? – Levantando os olhos inexpressivos, respondeu: “Minha tarefa é lavrar pedras, nada mais”.

O terceiro cantarolava satisfeito, enquanto vibrava o buril, que rápido desbastava um bloco de granito. Interrogado sobre o seu trabalho, respondeu animado: “Estou trabalhando numa grande catedral”. E um brilho de contentamento iluminou seu rosto inteligente. Pais precisam edificar seus filhos no Senhor.



2 – COMO AQUELES QUE AMAM E PROTEGEM A MÃE DE SEUS FILHOS
 “Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera;”. “Tua esposa no coração da tua casa.”.
Os filhos estão mais preocupados com o fato dos pais amarem suas mães acima de todos valores materiais. Certo dia, o dono de um pequeno comércio abordou na rua seu amigo, o poeta Olavo Bilac: - “Sr. Bilac, estou precisando vender meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Será que poderia redigir o anúncio para o jornal”?

Olavo Bilac apanhou lápis e papel e escreveu: “Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortado por cristalinas e plácidas águas de um lindo ribeirão. A casa, banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranquila das tardes na varanda”.

Alguns meses depois, o poeta encontrou-se com o comerciante e perguntou se ele já havia vendido o sítio. – “Nem pensei mais nisso” - disse o homem. – “Depois que li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha”!

Às vezes, não percebemos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros. Devemos valorizar o que temos: nossa esposa, nossos filhos, nosso emprego, os amigos, o conhecimento que adquirimos e nossa saúde, pois, estes sim são os verdadeiros tesouros” (Boletim IPAmericanópolis.9.7.2006).

3 – COMO AQUELES QUE CONSTROEM A MORAL DE SEUS FILHOS
“teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa”.

É preciso construir o caráter moral dos filhos. Os filhos precisam de pais profundamente espirituais que construam o seu caráter moral.

Conta-se que três crianças falavam sobre o que seus pais fizeram naqueles dias. O primeiro disse que o pai havia almoçado com o prefeito municipal.

O segundo, que o pai havia estado a jantar com o governador do Estado.

O terceiro, alegre e tranquilamente disse que o seu pai, todos os dias se encontrava para conversar com Deus. Filhos são construídos, moldados espiritualmente, como verdadeiros filhos de Deus à medida que seus pais se dediquem à vida de oração, à leitura da Palavra e os levem para a Casa de Deus onde unidos reverenciam Àquele que merece toda honra e adoração.

Mais tarde, diz o texto sagrado, os filhos que foram criados no temor do SENHOR não se desviarão dos santos caminhos do Eterno Deus.

Tecnologia do Blogger.