Hino 52 - Glória e coroação



1. Saudai o nome de Jesus!
Arcanjos, adorai!
Ao Rei que se humilhou na cruz
Com glória coroai!

2. Ó escolhida geração
De Deus, o eterno Pai,
Ao grande Autor da Salvação
Com glória coroai!

3. Remidos todos, com fervor,
Louvores entoai!
Ao que da morte é vencedor
Com glória coroai!

4. Ó raças, povos e nações,
Ao Rei divino honrai!
A quem quebrou os vis grilhões
Com glória coroai


Informações
Letra: Edward Perronet, 1779
Tradução: Justus Henry Nelson, 1890
Música: James Ellor, 1838

História
Na entrada do século dezoito a igreja inglesa assistiu a um reavivamento espiritual, especialmente entre o povo mais humilde das igrejas menores. No seio da Igreja Anglicana surgiu um movimento liderado pelos irmãos Wesley, John e Charles que levou à denominação Metodista. 

Nesse período surge um pregador que cooperou durante algum tempo com os Wesley, Edward Perronet. Sua família mudou-se para a Suíça e depois para a Inglaterra, fugindo às perseguições religiosas. Algumas divergências levaram-no a afastar-se dos metodistas e ligar-se a Whitefield, um calvinista. 

Anos depois, novas diferenças o levaram a ser pastor de uma Igreja Congregacional Independente. Mesmo assim os Wesley sempre o mantiveram em grande amizade. Perronet deixou apenas este hino, publicado anonimamente num livro de poesias, cuja identificação se deu em 1911, quando um pesquisador encontrou um acróstico que formava o nome do Rev. Perronet. 

A última estrofe foi acrescentada por John Rippon. A tradução para o português é do Rev.Justus Henry Nelson, missionário da Igreja Metodista Episcopal dos Estados Unidos, que trabalhou cerca de cinquenta anos no Brasil, mais precisamente na Amazônia. Escreveu diversos hinos em português e publicou-os em periódicos como "O Bíblia" e "O Apologista Christão Brasileiro", que ele mesmo editou em Belém do Pará. 

Seis deles figuram neste hinário, sem faltar o mais conhecido de todos que é este. Pelo menos três músicas foram associadas a este texto. Esta é de James Elior, cujo título é "Diadem", composta em 1838, para o aniversário da Escola Dominical de sua igreja. Nascido em Droylsden, Inglaterra, em 1819 foi chapeleiro e trabalhou em sua igreja ensinando e ensaiando hinos para a congregação. 

Vinham pessoas de lugares bem distantes para participar desse treinamento. Quando tinha dezoito anos, compôs a música "Diadem" e imediatamente a Preparou para ser cantada. Mudou-se para os Estados Unidos e perdeu a visão nos anos finais de sua vida. Faleceu em 1899.

Tecnologia do Blogger.